Modelo de infraestrutura para publicação de dados abertos educacionais conectados de qualidade

Resumo


Os dados abertos disponibilizados por governos em todo o mundo têm sido usados para o desenvolvimento de pesquisas, serviços e políticas públicas, gerando insights e embasando ações. Um desafio atual é a dificuldade em conectar diferentes fontes desses dados para realizar cruzamentos complexos, devido a problemas como interoperabilidade e alinhamento semântico. Esta tese propôs um arcabouço de artefatos que subsidiam a publicação de dados abertos governamentais educacionais, dotados de mecanismos de controle de qualidade e de acordo com as melhores práticas de compartilhamento de dados na Web. Foram desenvolvidos três artefatos tecnológicos, sob a epistemologia da Design Science Research. Juntos, triangulam para tratarem o problema de modo mais completo do ponto de vista tecnológico. Foram conduzidos i) um estudo de caso sobre o problema da rotatividade docente, unindo diferentes fontes de dados e visualizando as movimentações e ii) um quasi-experimento em que os sujeitos publicaram dados educacionais de forma consistente e seguindo as melhores práticas em qualidade de dados conectados e compartilhamento de dados. Esta tese avança sobre a teoria do design em publicação de dados educacionais, desenvolve uma infraestrutura de publicação, modelo de referência semântico para dados educacionais e demonstra sua aplicabilidade em problemas reais.

Palavras-chave: Dados educacionais, Dados abertos conectados, Modelo de infraestrutura

Referências

Auer, S.; Lehmann, J.; Ngomo, A. C. N. (2011). Introduction to linked data and its lifecycle on the web. Reasoning web: semantic technologies for the web of data, p. 1-90. Springer, 2011.

Bandeira, J., Alcantara, W., Barbosa, A., Ávila, T., Bittencourt, I., Isotani, S. (2014). Dados Abertos Conectados na Educação Brasileira. Jornada de Atualização em Tecnologia da Informação. Simpósio Brasileiro de Tecnologia da Informação.

Baskerville, R., & Pries-Heje, J. (2010). Explanatory design theory. Business & Information Systems Engineering, 2(5), 271-282.

Debattista, J.; Lange, C.; Auer, S. (2018). Evaluating the quality of the LOD Cloud: An empirical investigation. Semantic Web Journal, v. 9, n. 9, p. 859–901.

Isotani, S.; Bittencourt, I. I. Dados abertos conectados. São Paulo: Novatec, 2015. 175 p.

Laessig, M; Jacob, B.; AbouZahr, C. (2019). Opening data for global health. The Handbook of Global Health Data Methods for Policy and Practice. Springer Berlin, 2019, ch. 23, p.451-468.

Oliveira, L.; Oliveira, M.; Santos, W.; Lóscio, B. (2018). Data on the Web Management System: A Reference Model. Digital Government Research: Governance in the Data Age, p. 1-8.

Oliveira, M. I., Lima, G. F., & Lóscio, B. F. (2019). Investigations into Data Ecosystems: a systematic mapping study. Knowledge and Information Systems, 61, p 589–630.

Peffers, K.; Tuunanen, T.; Rothenberger, M.; Chatterjee, S. (2007). A design science research methodology for information systems research. J. of Mgmt. Info. Systems, 24 (3), p. 45–77.

Penteado, B. E. (2016). Correlational Analysis Between School Performance and Municipal Indicators in Brazil Supported by Linked Open Data. WWW’16 Companion, p. 507-512.

Penteado, B. E. (2017). Dados abertos educacionais: que informações temos disponíveis? Congresso Brasileiro de Educação, p. 507-512.

Penteado, B. E., Bittencourt, I. I.; Isotani, S. (2019a). Análise exploratória sobre a abertura de dados educacionais no Brasil: como torná-los prontos para o ecossistema da Web? Revista Brasileira de Informática na Educação, v.27 (1), p. 175-195.

Penteado, B. E., Bittencourt, I. I.; Isotani, S. (2019b). Modelo de referência para dados abertos educacionais em nível macro. Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, p. 1808-1817.

Penteado, B. E., Bittencourt, I. I.; Isotani, S. (2019c). Metaprocesso para transformação de dados educacionais em dados conectados. S. Brasileiro de Informática na Educação, p. 1601-1610.

Penteado, B. E.; Maldonado, J. C.; Isotani, S. (2020). Process Model with Quality Control for the Production of High Quality Linked Open Gov. Data. IEEE Latin America, 19 (3), p 421-429.

Penteado, B. E.; Maldonado, J. C.; Isotani, S. (2021). Methodologies for publishing linked open government data on the web: a systematic mapping. Semantic Web Journal (em revisão).

Penteado, B. E.; Isotani, S. (2021). An analytics approach to teacher turnover. Simpósio Brasileiro de Informática na Educação [no prelo].

Pereira, C. K., Siqueira, S. W. M., Nunes, B. P., Dietze, S. (2018). Linked Data in Education: A Survey and a Synthesis of Actual Research and Future Challenges. IEEE Transactions on Learning Technologies, vol. 11 (3), p. 400–412.

Santos, O. A. R. (2014). Minha escola transparente: uma análise comparativa do uso de dados governamentais abertos na educação básica no Brasil e Inglaterra. Dissertação (Mestrado prof. em Adm. Pública) – EBAP, FGV, Rio de Janeiro.

Santos, H. D. A.; Oliveira, M. I. S.; Lima, G. F. A. B.; Silva, K. M.; Muniz, R. I. V. C. S.; Lóscio, B. F. (2018). Investigations into data published and consumed on the web: a systematic mapping study. Journal of the Brazilian Computer Society, vol. 24, no. 14.

Villazón-Terrazas, B.; Vilches-Blázquez, L.; Corcho, O; Gómez-Pérez, A. (2011). Methodological Guidelines for Publishing Government Linked Data. Linking Government Data, p. 27–49.

W3C. Data on the Web Best Practices (2017). Disponível em: https://www.w3.org/TR/dwbp.
Publicado
22/11/2021
Como Citar

Selecione um Formato
PENTEADO, Bruno Elias; MALDONADO, José C.; ISOTANI, Seiji. Modelo de infraestrutura para publicação de dados abertos educacionais conectados de qualidade. In: S WORKSHOPS DO CONGRESSO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO (WCBIE) , 2021 Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021 . p. 01-10. DOI: https://doi.org/10.5753/wcbie.2021.217316.