Sobre a Revista

Logomarca Horizontal RBIE
 
A Revista Brasileira de Informática na Educação - RBIE (ISSN 2317-6121), criada em 1997, é uma publicação mantida pela Comissão Especial de Informática na Educação (CEIE) da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) em parceria com pesquisadores e universidades do país e do exterior. Foi a primeira revista criada no âmbito da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). De 1998 a 2001, a revista publicou dois volumes por ano. De 2002 a 2004 foram publicadas duas edições por ano (sendo um volume para cada ano). De 2005 a 2019, foram publicadas três edições por volume (por ano). Desde 2020, a publicação passou a ser em fluxo contínuo.
 
A revista busca reunir e publicar trabalhos de excelência realizados por profissionais e pesquisadores na área de Informática na Educação. Procura-se disseminar as ferramentas, métodos e práticas que auxiliam no uso efetivo da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem.

Os principais objetivos da revista são:
  • Divulgar a produção científica dos grupos de pesquisa nacionais e internacionais vinculados às instituições de ensino que trabalham com Informática na Educação;
  • Propiciar um espaço de reflexão acerca das questões do cotidiano da prática de ensino mediada pelo computador;
  • Aprofundar o conhecimento dos temas relacionados às linhas de pesquisa dos Programas de Pós-Graduação vinculados à área;
  • Estimular a produção científica em nível de graduação e pós-graduação;
  • Divulgar produtos de Informática aplicáveis à educação.

Revisão por pares

A RBIE publica trabalhos originais em Português, Espanhol e Inglês. Todos os trabalhos submetidos à publicação na Revista são avaliados por pelo menos dois avaliadores (double blind) mais um membro do Corpo Editorial da RBIE. O tempo médio de avaliação é 6 meses. O corpo editorial é formado por Professores Doutores com competência e experiência reconhecidas na área de Informática na Educação.

Política de acesso aberto

RBIE oferece acesso livre e imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização do conhecimento.

Audiência

Pesquisadores da área de Informática na Educação e educadores interessados nos avanços e inovações da tecnologia para a Educação.

Palavras-chave

Informática na Educação; Tecnologia Educacional; Informática na Escola; Computação; Educação; Aprendizagem; Ensino; Cognição

 

Desde junho/2021, as novas submissões estão sendo feitas exclusivamente neste portal. As edições anteriores já publicadas se encontram neste link e serão migradas para SBC OpenLib oportunamente.