Análise sobre Jogos Digitais Bilíngues para Surdos: um Caminho para o Letramento e a Inclusão Digital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5753/rbie.2023.2933

Palavras-chave:

Libras, Educação de Surdos, Jogos Digitais

Resumo

O lúdico contido em jogos digitais favorece o processo de aprendizagem (Zanin, 2015), do mesmo modo como recursos didáticos diversificados e apoiados nas tecnologias podem contribuir com estudantes de diferentes áreas do conhecimento. Ao pensar especificamente no contexto escolar de estudantes surdos, cuja Língua Brasileira de Sinais (Libras) é reconhecida como sua primeira língua (Lei nº 10.436, 2002), os jogos educativos deveriam ser desenvolvidos considerando suas especificidades linguísticas. Com base nessa premissa, esta pesquisa qualitativa teve como objetivo desenvolver uma análise de acessibilidade de jogos e softwares educacionais s digitais bilíngues para surdos. O corpus da pesquisa proveio, de um lado, de uma revisão sistemática de literatura (Kitchenham & Charters, 2007) e, por outro lado, da pesquisa documental (Severino, 2007) envolvendo a análise de jogos e softwares digitais acessíveis para surdos. Dentre os resultados, observou-se que a maioria das publicações foram trabalhos advindos de eventos (61,1%) e artigos (22,2%), sendo apenas duas pesquisas em nível de mestrado e uma monografia de graduação. A avaliação dos jogos e softwares digitais revelou que a mecânica mais recorrente foi o puzzle e que a presença da Libras esteve, geralmente, descontextualizada (apoiada em sinais isolados) e, quando havia tradutor de Libras, o espaço na tela era reduzido. Desse modo, concluímos que há jogos e softwares digitais dedicados ao público surdo, porém ainda há pouco aprofundamento nessa temática e os materiais existentes precisam ser aprimorados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alves, A. G., Hostins, R. C. L., Santos, M. A., Frisoni, B. C., Cipriani, M., Bianchini, P., Moreira, G. F., & Santos, R. A. (2014). Jogos digitais acessíveis na inclusão de alunos com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades: desenvolvendo e avaliando um jogo sob a perspectiva do design universal. In Anais do 3º Seminário Nacional de Inclusão Digital. Passo Fundo, RS: Universidade de Passo Fundo. [GS Search]

Araújo, M. F. M., Sales, A. L., Lopes, M. V. O., Araújo, T. L., & Silva, V. M. (2010). Validación de juego educativo para la enseñanza de la valoración cardiovascular. Investigación y Educación en Enfermería, 28(1), 83-91. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Arcoverde, R. D. L. (2007). Prática de letramento no ambiente digital. Revista Língua Escrita, (2), 17-28. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Barbosa, A. V. S., & Costa, F. V. S. (2017). Seleção e avaliação de ferramentas para a promoção do pensamento computacional [Trabalho de conclusão de curso de graduação]. Universidade Federal da Paraíba, Brasil. [GS Search]

Barton, D., & Lee, C. (2015). Linguagem online: Textos e práticas digitais. São Paulo, SP: Parábola Editorial. [GS Search]

Batista, L. S., & Kumada, K. M. O. (2021). Análise metodológica sobre as diferentes configurações da pesquisa bibliográfica. Revista Brasileira de Iniciação Científica, 8, e021029. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Batista, L. S., Kumada, K. M. O., Gomes, V. M. S., & Benitez, P. (2021). Estratégias didáticas para utilização do visual na educação matemática de surdos do ensino médio. In Anais do IX Congresso Brasileiro de Educação Especial. São Carlos, SP: Universidade Federal de São Carlos.

Bindá, J. M., & Silva, K. C. N. (2009). Inserindo acessibilidade ao GameKid. In Anais da I Escola Regional de Informática: Regional Norte. Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. [GS Search]

Bonetti, T. M. (2014). Proposta de um modelo de repositório colaborativo para compartilhar informações de jogos para o ensino de computação [Dissertação de mestrado]. Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. [GS Search]

Borges, F. A., & Nogueira, C. M. I. (2014). O ensino de matemática para surdos e pesquisas educacionais atuais. In E. M. O. Lippe & F. S. Alves (Orgs.), Educação para os surdos no Brasil: desafios e perspectivas para o novo milênio (pp. 131-150). Curitiba, PR: CRV.

Canteri, R. P. (2014) Diretrizes para o design de aplicações de jogos eletrônicos para educação infantil de surdos [Dissertação de mestrado]. Universidade Federal do Paraná, Brasil. [GS Search]

Cevolane, L., Santos, A. P. T., Vinco, G. F., Fazolo, L. C., Donatelli, S. M., & Canal, F. D. (2017). Desenvolvimento humano: um esboço da perspectiva de Jean Piaget. Revista Dimensão Acadêmica, 2(1), 63-78. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Corrêa, W. C. R., & Souza, L. O. (2017). O ensino de matemática para surdos: uma análise sobre o uso de materiais concretos, jogos e softwares matemáticos. In Anais do VI Encontro Goiano de Educação Matemática (pp. 288-299). Urutaí, GO: Instituto Federal Goiano. [GS Search]

Coutinho, I. J., & Alves, L. R. G. (2016). Instrumento de avaliação da qualidade de jogos digitais com finalidade educativa (IAQJED). In Anais do XXXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. São Paulo, SP: INTERCOM. Recuperado de [Link] [GS Search]

Coutinho, I. J. (2017). Avaliação da qualidade de jogos digitais educativos: trajetórias no desenvolvimento de um instrumento avaliativo [Tese de doutorado]. Universidade do Estado da Bahia, Brasil. [GS Search]

Dantas, C. R. S., Pires, C. K., Pinto, A. C. A. S., & Souza, E. R. H. (2018). Jogos bilíngues em Libras/Língua Portuguesa como ferramenta didática para a prática do ensino de vidrarias e equipamentos de laboratório químico. Revista de Educação, Ciências e Matemática, 8(3), 191-200. Recuperado de [Link] [GS Search]

Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Recuperado de [Link].

Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (2006). O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagem (2ª ed.). Porto Alegre, RS: Artmed. [GS Search]

Dias, R. (2009). Critérios para a avaliação do livro didático (LD) de língua estrangeira (LE). In R. Dias & V. L. L. Cristovão (Orgs.), O livro didático de língua estrangeira: múltiplas perspectivas (pp. 199-214) Campinas, SP: Mercado de Letras. [GS Search]

Divardin, D. C. (2016). O audiovisual educativo no Brasil: um estudo de caso sobre a produção dos conteúdos digitais para o PNLD 2014 [Dissertação de mestrado]. Universidade Federal de São Carlos, Brasil. [GS Search]

Frizzarini, S T. (2014). Estudo dos registros de representação semiótica: implicações no ensino e aprendizagem da álgebra para alunos surdos fluentes em língua de sinais [Tese de doutorado]. Universidade Estadual de Maringá, Brasil. [GS Search]

Gesser, A. (2009). Libras? Que língua é essa?: crenças e preconceitos em torno da língua de sinais e da realidade surda. São Paulo, SP: Parábola Editorial. [GS Search]

Grützmann, T. P., Alves, R. S., & Lebedeff, T. B. (2020). Pedagogia visual na educação de surdos: uma experiência com o ensino da matemática no MathLibras. Revista Práxis Educacional, 16(37), 51-74. doi:10.22481/praxisedu.v16i37.5982

Kitchenham, B., & Charters, S. (2007). Guidelines for performing systematic literature reviews in software engineering: version 2.3. Keele, UK: Keele University. [GS Search]

Lacerda, C. B. F., Santos, L. F., & Caetano, J. F. (2013). Estratégias metodológicas para o ensino de alunos surdos. In C. B. F. Lacerda & L. F. Santos (Orgs.), Tenho um aluno surdo, e agora?: introdução à Libras e educação de surdos (pp. 185-200). São Carlos, SP: EdUFSCar. [GS Search]

Lebedeff, T. B. (2010). Aprendendo a ler “com outros olhos”: relatos de oficinas de letramento visual com professores surdos. Cadernos de Educação, (36), 175-195. Recuperado de [Link] [GS Search]

Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. (2002). Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Recuperado de [Link].

Leite, D. M., Kumada, K. M. O., Silva, I. R., & Batista, L. S. (2022). Estudos sobre gamificação em jogos digitais para a educação especial e inclusiva. In L. E. R. Valle (Org.), Atualização em transtornos de aprendizagem para uma educação inclusiva. Rio de Janeiro, RJ: Wak. [GS Search]

Lima, D. D., Silva, G. B., & Ferreira, K. A. (2017). LIBRAR: integração e gamificação, exercitando Libras [Trabalho de conclusão de curso de graduação]. Universidade Federal de Goiás, Brasil. [GS Search]

Lima, Z. N., & Teixeira, E. C. M. (2014). O ensino de história e geografia para pessoas surdas: perspectivas atuais. In E. M. O. Lippe & F. S. Alves (Orgs.), Educação para os surdos no Brasil: desafios e perspectivas para o novo milênio (pp. 183-198). Curitiba, PR: CRV. [GS Search]

Medeiros, A. V. M., & Nascimento, G. B. (2014). Jogos eletrônicos educativos e ensino-aprendizagem da língua brasileira de sinais. In Anais do VIII Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade (pp. 1-9). Aracaju, SE: Universidade Federal de Sergipe. [GS Search]

Mesquisa, E. R., Melo, J. M., Ferreira, R. F., Cintra, S. I. B., Vale, V. C., Souza, M. F. C., Silva, C. L. O., Peixoto, M. J. P., & Farias, V. E. S. (2018). O jogo Gestus como aplicação de primeiro contato com LIBRAS. In Anais dos Workshops do VII Congresso Brasileiro de Informática na Educação (pp. 302-309). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. doi:10.5753/cbie.wcbie.2018.302 [GS Search]

Ministério da Educação (Brasil) (2018). Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Brasília, DF: Ministério da Educação.

Mourão, N. M., Neves, F. N. O., & Cunha, V. M. (2018). Projeto Librário: inovação e tecnologia em Libras para inclusão dos surdos. In Anais do III Simpósio Nacional de Empreendedorismo Social Enactus Brasil. São Paulo, SP: Enactus Brasil. [GS Search]

Nascimento, I. V. L. (2016). Um jogo para dispositivos móveis com o objetivo de auxiliar o ensino de Libras, signwriting e português [Trabalho de conclusão de curso de graduação]. Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil. [GS Search]

Novaes, K., Almeida, N. M., Soares, C. G., & Maia, L. F. (2017). Q-LIBRAS: um jogo educacional que usa LlBRAS para estimular alunos surdos a aprenderem química. In J. Sánchez (Ed.), Nuevas ideas en informática educativa (Vol. 13, pp. 636-640). Santiago: Universidad de Chile. [GS Search]

Ohira, L. M. (2009). Identificação de requisitos para usabilidade de software assistivo [Dissertação de mestrado]. Universidade Federal do Paraná, Brasil. [GS Search]

Ohira, L. M., Radaelli Filho, E. C., & Damasceno, E. F. (2006). Agente virtual conhecedor da linguagem brasileira de sinais, Libras de ajuda no ensino a portadores de necessidades especiais. In Anais do XII Workshop de Informática na Escola (pp. 349-352). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Oliveira, R. N. R., Belarmino, G. D., Rodriguez, C., Goya, D., Rocha, R. V., Venero, M. L. F., Benitez, P., & Kumada, K. M. O. (2021). Desenvolvimento e avaliação da usabilidade e acessibilidade de um protótipo de jogo educacional digital para pessoas com deficiência visual. Revista Brasileira de Educação Especial, 27, 847-864. doi:10.1590/1980-54702021v27e0190 [GS Search]

Oliveira, R. N. R., Cardoso, R. P., Braga, J. C., & Campos, R. V. R. (2018). Frameworks para desenvolvimento de jogos educacionais: uma revisão e comparação de pesquisas recentes. In Anais do XXIX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (pp. 854-863). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. doi:10.5753/cbie.sbie.2018.854 [GS Search]

Pontes, H. P., & Duarte, J. B. F. (2017). MatLIBRAS Racing: um jogo educativo para o aprendizado de LIBRAS. In J. Sánchez (Ed.), Nuevas ideas en informática educativa (Vol. 13, pp. 239-248). Santiago: Universidad de Chile. [GS Search]

Ramos, A. A. B., Souza, N. M., & Corrêa, A. G. D. (2014). Desenvolvimento de um jogo digital interativo para apoiar a aprendizagem de Libras e da língua portuguesa. Revista Trilha Digital, 2(1), 76-90. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Rios, L. C., Batista, W. P., Pereira, C. P., & Sarinho, V. T. (2018). ForcaBRAS: um jogo educativo para o aprendizado básico de LIBRAS. In Anais do XXIX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (pp. 1840-1844). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. doi:10.5753/cbie.sbie.2018.1840 [GS Search]

Rizzo, J. G. S., Florenciano, K. A. B., & Pereira, R. A. (2017). Ensino da língua portuguesa para alunos surdos por meio de jogo: uma ação do PIBID Letras/LIBRAS/EaD/UFGD. RealizAção, 4(8), 28-32. doi:10.30612/re-ufgd.v4i8.6801 [GS Search]

Rocha, P. S. R., Lima, R. W., Macedo, R. L., Leite, C. R. M., & Mendes Neto, F. M. (2016). Gamificação: um aplicativo para o ensino da língua brasileira de sinais. In Anais dos Workshops do V Congresso Brasileiro de Informática na Educação (pp. 896-900). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. doi:10.5753/cbie.wcbie.2016.896 [GS Search]

Rojo, R. (2009). Letramentos múltiplos, escola e inclusão social. São Paulo, SP: Parábola Editorial. [GS Search]

Santos, J. L. I. O., Coutinho, M. A., Calixto, H. R. S., Gomes, E. M. L. S., & Souza, F. F. (2018). Pedagogia visual na educação de surdos: uso de mapas conceituais como estratégia pedagógica. In Anais do V Colóquio Internacional Educação, Cidadania e Exclusão. Campina Grande, PB: Realize Editora. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Santos, L. C. M., Souza, A. C. S., Santos, T., Miranda, T., & Macedo, M. C. F. (2013). Aprendendo números em LIBRAS com a tecnologia da realidade aumentada. In Proceedings do XII Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital (SBGames) (pp. 21-24). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. Recuperado de [Link]. [GS Search]

Sato, A. K. O., & Cardoso, M. V. C. (2005). Além do gênero: uma possibilidade para a classificação de jogos. In Anais do VII Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital (SBGames) (pp. 54-63). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. [GS Search]

Severino, A. J. (2007). Metodologia do Trabalho Científico. 23. ed. São Paulo: Cortez.

Schimiguel, J., Fernandes, R. F., & França, L. S. (2014). Desenvolvimento de objetos de aprendizagem na forma de jogos para ensino de Libras. In Anais do IV Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia. Ponta Grossa, PR: Universidade Tecnológica Federal do Paraná. [GS Search]

Silva, I. R., Nogueira, A. S., Hildebrand, H. R., & Kumada, K. M. O. (2013). O uso de jogos eletrônicos no processo ensino-aprendizagem de surdos. In L. E. L. R. Valle, M. J. V. M. Mattos & J. W. Costa (Orgs.), Educação digital: a tecnologia a favor da inclusão (pp. 213-238). Porto Alegre, RS: Penso. [GS Search]

Soares, M. (2002). Novas práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educação & Sociedade, 23(81), 143-160. doi:10.1590/S0101-73302002008100008 [GS Search]

Sobreira, V., Junqueira, M. S., O. Neto, J. T., Lima, L. L. P., Araújo, M. A., & Cunha, L. R. (2014). Sistema para o ensino e aprendizado de LIBRAS usando gamification e avaliação por pares no contexto da EaD. In Anais do XIII Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital (SBGames) (pp. 1034-1037). Porto Alegre, RS: Sociedade Brasileira de Computação. [GS Search]

Vieira, M. M. S., Simões, L. L. F., & Barreto, A. L. O. (2012). Avaliação de software educativo: aspectos pedagógicos e técnicos. Faculdade Cearense em Revista, 5(1). Recuperado de [Link]. [GS Search]

Zanin, J. L. (2015). Na trilha da aventura: contribuições do Role Playing Game (RPG) como um guia didático para o ensino de química [Dissertação de mestrado profissional]. Universidade Federal de Mato Grosso, Brasil. [GS Search]

Zanoni, G. G. (2016). Uma sequência didática proposta para o ensino de funções na escola bilíngue para surdos [Dissertação de mestrado]. Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Brasil. [GS Search]

Arquivos adicionais

Publicado

2023-07-03

Como Citar

BATISTA, L. dos S.; NAVARRO, A. de M.; KUMADA, K. M. O. Análise sobre Jogos Digitais Bilíngues para Surdos: um Caminho para o Letramento e a Inclusão Digital. Revista Brasileira de Informática na Educação, [S. l.], v. 31, p. 353–377, 2023. DOI: 10.5753/rbie.2023.2933. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/journals/index.php/rbie/article/view/2933. Acesso em: 10 dez. 2023.

Edição

Seção

Artigos