Uma abordagem de design para MOOC: um mapeamento sistemático da articulação entre design instrucional e de interação

Autores

  • Filipe Adeodato Garrido Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Beatriz Brito Do Rêgo Universidade Federal da Bahia (UFBA) https://orcid.org/0000-0002-0832-0274
  • Rita Suzana P. Maciel Universidade Federal da Bahia (UFBA) https://orcid.org/0000-0003-3159-6065
  • Ecivaldo de Souza Matos Universidade Federal da Bahia (UFBA)

DOI:

https://doi.org/10.5753/rbie.2020.28.0.115

Palavras-chave:

MOOC, design de interação, design instrucional

Resumo

MOOC é um acrônimo para Massive Open Online Course, uma modalidade de educação online que oferta cursos gratuitos a diversos públicos, com diferentes idades, formações e nacionalidades. Acredita-se que abordagens de design que integrem design de interação e o design instrucional podem favorecer a comunicabilidade em MOOC, refletindo positivamente na aprendizagem do estudante. Nesse sentido, este artigo possui como objetivo apresentar os resultados de um Mapeamento Sistemático de Literatura (MSL). Em sua metodologia esse mapeamento e buscou identificar estudos e pesquisas primárias referentes a processos de design de interação e de design instrucional aplicados a MOOC. Os resultados encontrados apontam para a existência de desafios de pesquisa de articulação teórica e metodológica entre o design de interação e design instrucional em MOOC. Os resultados apresentados neste artigo apontam a inexistência de uma articulação conjunta entre as áreas e sustentam a relevância de uma abordagem híbrida de design (design de interação articulado ao design instrucional) focalizada em MOOC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alario-Hoyos, C., Pérez-Sanagustín, M., Kloos, C. D., e Muñoz-Merino, P. J. (2014). Recommendations for the design and deployment of moocs: insights about the mooc digital education of the future deployed in miríadax. Proceedings of the Second International Conference on Technological Ecosystems for Enhancing Multiculturality, pp. 403–408.[DOI:10.1145/2669711.2669931].[GS Search]

Baloi, J. A. (2009). A concepção da educação democrática na obra "Democracia e Educação" de Jonh Dewey. Monografia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade São Tomás de Moçambique, Maputo, [s. n.].[GS Search]

Baturay, M. H. (2015). An overview of the world of moocs. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 174, pp. 427–433.[DOI:10.1016/j.sbspro.2015.01.685].[GS Search]

Boall, H., Chaves, M., e Stallivieri, L. (2015). Os moocs e o processo de internacionalização das instituições de ensino superior. XV Colóquio Internacional de Gestão Universitária –CIGU INPEAU/Universidade Federal de Santa Catarina, [s. n.].[GS Search]

Dal Forno, J. P., e Knoll, G. F. (2013). Os moocs no mundo: um levantamento de cursos online abertos massivos. Nuances: estudos sobre Educação, v. 24, n .3, pp. 178–194.[GS Search]

Delavar, A. (2017). The effect of moocs instructional design model-based on student’s learning and motivation. Man In India, v. 97, n. 11, pp. 115–126.[GS Search]

Do Rêgo, B. B., Garrido, F., e Matos, E. (2017). Identifying influences of the quality of interaction on dropout rates of mooc: preliminary results. In Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE. Recife -PE. Anais Congresso Brasileiro de Informática na Educação - CBIE, Sociedade Brasileira de Computação, Porto Alegre, v. 28, n. 1, pp. 1766-1768.[DOI:10.5753/cbie.sbie.2017.1766].[GS Search]

Do Rêgo, B. B., Garrido, F. A., e de Souza Matos, E. (2018). Moodle como ambiente mooc:orientações para o redesign de interação. RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação , v. 16, n. 1, pp. 1-10.[DOI:10.22456/1679-1916.86050].[GS Search]

Fassbinder, A., Delamaro, M. E., e Barbosa, E. F. (2014). Construção e uso de moocs: uma revisão sistemática. In Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE. Recife -PE. Anais Congresso Brasileiro de Informática na Educação - CBIE, Sociedade Brasileira de Computação, Porto Alegre, v. 25, n. 1, pp. 332-341. [DOI:10.5753/cbie.sbie.2014.332].[GS Search]

Filatro, A. (2008). Design instrucional na prática. Pearson Education do Brasil. São Paulo. [GS Search]

Filatro, A., & Piconez, S. C. B. (2004). Design instrucional contextualizado. São Paulo: Senac. [GS Search]

Garrido, F., do Rêgo, B. B., e Matos, E. (2018). Design instrucional orientado a artefatos: uma abordagem participativa e distribuída. In Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE. Fortaleza -CE. Anais Congresso Brasileiro de Informática na Educação - CBIE, Sociedade Brasileira de Computação, Porto Alegre, v. 29, n. 129, pp. 258-268. [DOI:10.5753/cbie.sbie.2018.258].[GS Search]

Garrido, F. A. (2018). Uma Abordagem Unificada de Design para Modelagem da Comunicação e Instrução para MOOC. Dissertação de Mestrado em Ciência da Computação. Universidade Federal da Bahia - UFBA.

Grainger, B. (2013). Introduction to MOOCs: avalanche, illusion or augmentation. Policy Brief - UNESCO (july). Institute for Information Technologies in Education. [Link].[GS Search]

Howley, I., Tomar, G. S., Ferschke, O., e Rose, C. P. (2017.). Reputation systems impact on help seeking in mooc discussion forums. IEEE Transactions on Learning Technologies, n. 1, pp. 1–14. [DOI:10.1109/TLT.2017.2776273].[GS Search]

Huang, B., e Hew, K. F. (2017). Factors influencing learning and factors influencing persistence: A mixed-method study of mooc learners’ motivation. Proceedings of the 2017 International Conference on Information System and Data Mining, , Charleston, SC, USA. ACM. pp. 103-110. [DOI:10.1145/3077584.3077610].[GS Search]

Kitchenham, B. (2004). Procedures for performing systematic reviews. Keele, UK, Keele University, v. 33, pp. 1–26. [GS Search]

Kloos, C. D., Ibáñez, M. B., Alario-Hoyos, C., Muñoz-Merino, P. J., Ayres, I. E., Panadero, C. F., e Villena, J. (2016). From software engineering to courseware engineering. In 2016 IEEE Global Engineering Education Conference (EDUCON), pp. 1122-1128. [DOI:10.1109/EDUCON.2016.7474695].[GS Search]

Loiola, E., e Rocha, M. C. F. (2002). Aprendizagem no Processo de Seleção de Ferramenta CASE para o Estado da Bahia. Revista de Administração Contemporânea, v. 6, n. 2, pp. 145-166. [DOI: 10.1590/S1415-65552002000200009].[GS Search]

Löwgren, J. (2013). Interaction design-brief intro. The Encyclopedia of Human Computer Interaction, 2nd Ed.". Mads Soegaard and Rikke Friis Dam (Eds.). The Interaction Design Foundation, Aarhus, Dinamarca, Chapter 1. [Link].[GS Search]

Matta, C. E., e Figueiredo, A. P. S. (2013). Mooc: transformação das práticas de aprendizagem. X Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, v. 10, pp. 1-15. [DOI: 10.13140/RG.2.1.1392.8086].[GS Search]

Mattar, J. (2013). Fóruns de discussão em educação à distância: Moodle, facebook e redu. Tecnologia Educacional. Revista Da Associação Brasileira De Tecnologia Educacional, v. 202, pp. 6–17. [GS Search].

Pappano, L (2012). The year of the mooc. The New York Times, v. 2, n. 12, pp. 1–7. [GS Search].

Ramírez-Vega, A., Iniesto, F., e Rodrigo, C. (2017). Raising awareness of the accessibility challenges in mathematics moocs. Proceedings of the 5th International Conference on Technological Ecosystems for Enhancing Multiculturality, n. 92, pp. 1-8. [DOI: 10.1145/3144826.3145435].[GS Search]

Rocha, R. d. S., e Fantinato, M. (2013). The use of software product lines for business process management: A systematic literature review. Information and Software Technology, v. 55, n. 8, pp. 1355–1373. [DOI: 10.1016/j.infsof.2013.02.007].[GS Search]

Rodés, V., Mustaro, P. N., Silveira, I. F., Omar, N., e Ochôa, X. (2014). Instructional design models to support collaborative open books for open education. In Proceedings of the XV International Conference on Human Computer Interaction, [s. n], ACM. [DOI: 10.1145/2662253.2662346].[GS Search]

Rodrigues, P. A., Brandão, L. d. O., e Brandão, A. A. F. (2016). Let us learn together!: Do complementary abilities foster pair collaboration in web-based learning? Frontiers in Education Conference (FIE), IEEE, pp. 1–8. [DOI: 10.1109/FIE.2016.7757375].[GS Search]

Rodrigues, R. L., Ramos, J. L. C., Silva, J. C. S., e Gomes, A. S. (2016). Discovery engagement patterns moocs through cluster analysis. IEEE Latin America Transactions, v. 14, n. 9, pp. 4129–4135. [DOI: 10.1109/TLA.2016.7785943].[GS Search]

Rogers, Y., Sharp, H., e Preece, J. (2013). Design de interação: além da interação humano-computador. Bookman. [GS Search]

Sa’don, N. F., Alias, R. A., & Ohshima, N. (2014). Nascent research trends in moocs in higher educational institutions: A systematic literature review. Web and Open Access to Learning (ICWOAL), 2014 International Conference on, pp. 1–4. [DOI: 10.1109/ICWOAL.2014.7009215].[GS Search]

Santos, O. C., Boticario, J. G., e Pérez-Marín, D. (2014). Extending web-based educational systems with personalised support through user centred designed recommendations along the e-learning life cycle. Science of Computer Programming, v. 88, pp .92–109. [DOI: 10.1016/j.scico.2013.12.004].[GS Search]

Zawacki-Richter, O., e Naidu, S. (2016). Mapping research trends from 35 years of publications in distance education. Distance Education, v. 37, n. 3, pp. 245–269. [DOI: 10.1080/01587919.2016.1185079].[GS Search]

Arquivos adicionais

Publicado

2020-02-16

Como Citar

GARRIDO, F. A.; DO RÊGO, B. B.; MACIEL, R. S. P.; MATOS, E. de S. Uma abordagem de design para MOOC: um mapeamento sistemático da articulação entre design instrucional e de interação. Revista Brasileira de Informática na Educação, [S. l.], v. 28, p. 115–132, 2020. DOI: 10.5753/rbie.2020.28.0.115. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/journals/index.php/rbie/article/view/3736. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Premiados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)