Promovendo a Reflexão sobre o Erro em Disciplinas Introdutórias de Programação no Ensino Superior

Autores

  • Fernanda Castro Centro de Informática – Universidade Federal de Pernambuco
  • Patricia Tedesco Centro de Informática – Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.5753/rbie.2020.28.0.150

Palavras-chave:

Reflexão Sobre o Erro, Portfólio, Programação

Resumo

Crucial para o currículo de cursos de Computação, a programação é considerada um de seus tópicos mais difíceis, pois exige habilidades de abstração, raciocínio e representação. Em sua complexidade inerente, a atividade tornase especialmente suscetível a falhas. Teorias como as de Vygostky tratam a reflexão sobre o erro como parte integrante do processo de aprendizagem. Dado que o potencial educador do erro costuma ser desperdiçado sob uma caracterização de viés negativo, indicando uma falha pessoal do aluno, este trabalho tem como objetivo investigar, através da realização de um experimento quantitativo com foco no Ensino Superior, o uso de portfólios na criação de relatos que promovam a reflexão sobre erros cometidos em disciplinas de programação. O estudo, realizado em duas instituições de ensino, indicou efeitos positivos sobre os estudantes, que passaram tanto a registrar suas atividades diárias no portfólio quanto a desassociar os erros cometidos de uma possível inaptidão ou falta de empenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Barrett, H. (2004). Differentiating Electronic Portfolios and Online Assessment Management Systems. The Annual Conference of the Society for Information Technology in Teacher Education, Atlanta. Retrieved from [Link].

Barrett, H. (2010). Balancing the two faces of eportfolios. Educação, Formação e Tecnologias, 3, 6-14. Retrieved from [Link].

Barrett, H., & Carney, J. (2005). Conflicting Paradigms and Competing Purposes in Electronic Portfolio Development. Educational Assessment - Assessing Technology Competencies. Retrieved from [Link].

Bryant, L. H., & Chittum, J. R. (2013). ePortfolio Effectiveness: A(nIll-Fated) Search for Empirical Support. International Journal of ePortfolio, 3, 189-198. Retrieved from [Link].

Butler, P. (2006). A Review of the Literature on Portfolios and Electronic Portfolios. Retrieved from [Link].

Cambridge, L. B. (2001). Electronic portfolios: emerging practices in student, faculty, and institutional learning. Washington, DC: American Association for Higher Education. [GS Search]

Cannon, M., & Edmonson, A. (2005). Failing to Learn and Learning to Fail (Intelligently): how great organizations put failure to work to innovate and improve. Elsevier Long Range Planning, 38. doi: 10.1016/j.lrp.2005.04.005 [GS Search]

Chan Mow, I. (2012). Analyses of Student Programming Errors in Java Programming Courses. Journal of Emerging Trends in Computing and Information Sciences, 3(2). Retrieved from [Link].

Dancey, C., & Reidy, J. (2013). Estatística sem Matemática (5ª edição). Porto Alegre, RS: Penso Editora. [GS Search]

Elango, S., Jutti, R., & Lee, L. (2005). Portfolio as a learning tool: students’ perspective. Ann Acad Med Singapore, 34(8), 511-514. Retrieved from [Link].

Gomes, M., Becker, L., Gestaro, L., Amaral, E., & Tarouco, L. (2015). Um estudo sobre erros em programação: reconhecendo as dificuldades de programadores iniciantes. Anais dos Workshops do IV Congresso Brasileiro de Informática na Educação. doi: 10.5753/cbie.wcbie.2015.1398 [GS Search]

Kutzke, A. (2015). Informática educacional e a mediação do erro na educação: um estudo teórico-crítico e uma proposta de instrumento computacional (tese). Doutorado em Informática. Universidade Federal do Paraná. Retrieved from [Link].

Kutzke, A., & Direne, A. (2016). Mediação do erro no ensino de programação de computadores: fundamentos e aplicação da ferramenta farma-alg. Anais dos Workshops do V Congresso Brasileiro de Informática na Educação. doi: 10.5753/cbie.wcbie.2016.1050 [GS Search]

Martins, L. M. (2013). O Desenvolvimento do Psiquismo e a Educação Escolar: contribuições à luz da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica. São Paulo: SP: Autores Associados. [GS Search]

McIver, L. (2000). The Effect of Programming Language on Error Rates of Novice Programmers. 12th Workshop of the Psychology of Programming Interest Group, 181–192. Retrieved from [Link].

Menezes, C., & Nobre, I. (2002). Um ambiente cooperativo para apoio a cursos de introdução a programação. Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, 22. [GS Search]

More, A., Kumar, J., & Renumol, V. (2011). Web based programming assistance tool for novices. IEEE International Conference on Technology for Education, 270-273. doi: 10.1109/T4E.2011.55 [GS Search]

Paulson, F. L., Paulson, P. R., & Meyer, C. (1991). What makes a portfolio a portfolio? Educational Leadership Journal, 48 (5), 60-63. Retrieved from [Link].

Sampieri, R. H., Collado, C. F., & Lucio, M. P. B. (2013). Metodologia de pesquisa (5ª edição). Porto Alegre, RS: AMGH. [GS Search]

Serconek, G. C. (2011). As perspectivas de conhecimento e o enfoque histórico-cultural de mediação do erro. Anais do V Encontro Brasileiro de Educação e Marxismo: Marxismo, Educação e Emancipação Humana. [GS Search]

Vygostky, L. S. (2009). A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo, SP: Martins Fontes. [GS Search]

Watson, C., & Li, F. (2014). Failure Rates in Introductory Programming Revisited. Proceedings of the 2014 conference on Innovation technology in computer science education (ITiCSE ’14), 39-44. doi: 10.1145/2591708.2591749 [GS Search]

Arquivos adicionais

Publicado

2020-02-16

Como Citar

CASTRO, F.; TEDESCO, P. Promovendo a Reflexão sobre o Erro em Disciplinas Introdutórias de Programação no Ensino Superior. Revista Brasileira de Informática na Educação, [S. l.], v. 28, p. 150–165, 2020. DOI: 10.5753/rbie.2020.28.0.150. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/journals/index.php/rbie/article/view/3738. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos Premiados