Análise da fragmentação partidária na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul com Métodos de Mineração de Dados

  • Andrei de Souza Inácio UTFPR
  • Leandro Takeshi Hatori UTFPR
  • Matheus Gutoski UTFPR
  • André Eugênio Lazzaretti UTFPR
  • Heitor Silvério Lopes UTFPR

Resumo


Este trabalho apresenta uma análise, utilizando técnicas de data mining, da fragmentação partidária existente na Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. Para isso, foram coletados dados de votação registrados pelos deputados nas diferentes proposituras no perı́odo entre 2000 e 2017. Resultados obtidos sugerem uma alta similaridade entre os diversos partidos polı́ticos existentes com ideologias similares, demonstrando que a quantidade de partidos poderia ser reduzida sem afetar os aspectos ideológicos existentes.

Palavras-chave: Eleições, Voting data, Fragmentação partidária, Data mining

Referências

Carreirão, Y. S. and Nascimento, F. P. (2010). As coligações nas eleições para os cargos de governador, senador, deputado federal e deputado estadual no Brasil (1986/2006). Revista Brasileira de Ciência Polı́tica, 4(4):75–104.

Ferreira, C. H. G., Matos, B. S., and Almeira, J. M. (2018). Analyzing dynamic ideological communities in congressional voting networks. In Staab, S., Koltsova, O., and Ignatov, D. I., editors, Social Informatics, pages 257–273, Cham, Germany. Springer International Publishing.

Lameira, R. F. and Peres, P. (2015). O lugar do PMDB na polı́tica brasileira: o limite das tipologias partidárias. In 1o Seminário Internacional de Ciência Polı́tica, Porto Alegre. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Rodrigues, L. M. (1995). Eleições, fragmentação partidária e governabilidade. Novos Estudos Cebrap, 1(41):78–90.

Santos, R. and Sampaio, T. (2015). Análise do comportamento da Frente Parlamentar Evangélica (2011-2015). Revista Eletrônica de Ciência Polı́tica, 6(2):200–221.

Schmitt, R. A. (2010). Partidos polit́icos no Brasil (1945-2000). Jorge Zahar Editor, 3 edition.

Silva, M. P. (2015). Aprendendo a votar: Noções básicas sobre o funcionamento das eleições no Brasil. Vestnik, 1 edition.

Vaz de Melo, P. O. S. (2015). How many political parties should Brazil have? a data-driven method to assess and reduce fragmentation in multi-party political systems. PLOS ONE, 10(10):1–24.
Publicado
09/07/2019
Como Citar

Selecione um Formato
INÁCIO, Andrei de Souza; HATORI, Leandro Takeshi ; GUTOSKI, Matheus ; LAZZARETTI, André Eugênio ; LOPES, Heitor Silvério . Análise da fragmentação partidária na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul com Métodos de Mineração de Dados. In: BRAZILIAN WORKSHOP ON SOCIAL NETWORK ANALYSIS AND MINING (BRASNAM), 8. , 2019, Belém. Anais do VIII Brazilian Workshop on Social Network Analysis and Mining. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, july 2019 . p. 161-166. ISSN 2595-6094. DOI: https://doi.org/10.5753/brasnam.2019.6558.