Como Melhorar a Representação de Traces: Um Estudo de Caso Usando Dados do Transporte Público

  • Hernani de B. Vieira Jr UFMG
  • Stefany Gaspar UFMG
  • Felipe D. Cunha UFMG

Resumo


Simulação é uma abordagem mais comumente adotada para avaliar protocolos e algoritmos para redes veiculares. Geralmente, as ferramentas de simulação utilizam traces de mobilidade para recriar a topologia de rede e avaliar o desempenho das soluções. No entanto, a qualidade dos traces em termos de granularidade espacial e temporal é um fator importante, que pode afetar diretamente na confiabilidade dos resultados. Neste trabalho, é apresentado a caracterização de dados em um trace que representa a mobilidade real de ônibus na cidade do Rio de Janeiro. Por apresentar lacunas e falhas de leitura, os dados passaram por um processo de preenchimento das lacunas, levando a traces mais refinados, e que geram resultados de simulação mais confiáveis. Além disso, todos as métricas computadas foram comparadas entre os dados originais e calibrados. Resultados revelam que as lacunas realmente induzem topologias de rede diferentes da realidade, diminuindo a qualidade dos resultados da avaliação.

Referências

Al-Sultan, S., Al-Doori, M. M., Al-Bayatti, A. H., and Zedan, H. (2014). A comprehensive survey on vehicular ad hoc network. Journal of network and computer applications, 37:380–392.

Celes, C., Boukerche, A., and Loureiro, A. A. F. (2019). Towards understanding of bus mobility for intelligent vehicular networks using real-world data. In 2019 IEEE Global Communications Conference (GLOBECOM), pages 1–6.

Celes, C., Silva, F. A., Boukerche, A., Andrade, R. M. d. C., and Loureiro, A. A. F. (2017). Improving vanet simulation with calibrated vehicular mobility traces. IEEE Transactions on Mobile Computing, 16(12):3376–3389.

Cunha, F., Villas, L., Boukerche, A., Maia, G., Viana, A., Mini, R. A., and Loureiro, A. A. (2016a). Data communication in vanets: Protocols, applications and challenges. Ad Hoc Networks, 44:90–103.

Cunha, F. D., Silva, F. A., Celes, C., Maia, G., Ruiz, L. B., Andrade, R. M. C., Mini, R. A. F., Boukerche, A., and Loureiro, A. A. F. (2016b). Communication analysis of real vehicular calibrated traces. In 2016 IEEE International Conference on Communications (ICC), pages 1–6.

Cunha, F. D., Vianna, A. C., Mini, R. A., and Loureiro, A. A. (2014). Is it possible to nd social properties in vehicular networks? In 2014 IEEE Symposium on Computers and Communications (ISCC), pages 1–6. IEEE.

Dias, D. and Costa, L. H. M. K. (2018). CRAWDAD dataset coppe-ufrj/riobuses (v. 201803-19). Downloaded from https://crawdad.org/coppe-ufrj/RioBuses/20180319.

Domingos Da Cunha, F., Viana, A. C., Rodrigues, T., Mini, R. A. F., and Loureiro, A. A. F. (2014). Extração de Propriedades Sociais em Redes Veiculares. In XXXII Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos, Florianópolis, Brazil. SBC.

Jiang, X. and Du, D. H. (2015). Bus-vanet: A bus vehicular network integrated with trafc infrastructure. IEEE Intelligent Transportation Systems Magazine, 7(2):47–57.

Luo, J., Gu, X., Zhao, T., and Yan, W. (2010). Mi-vanet: A new mobile infrastructure based vanet architecture for urban environment. In 2010 IEEE 72nd Vehicular Technology Conference Fall, pages 1–5.

Tatto, J. A. (2015). Faixas exclusivas aumentaram a velocidade média dos ônibus - usp. [link]. Acessado em 05/03/2020.

Wong, K.-J., Lee, B.-S., Seet, B.-C., Liu, G., and Zhu, L. (2004). Busnet: Model and usage of regular trafc patterns in mobile ad hoc networks for inter-vehicular communications.
Publicado
16/08/2021
Como Citar

Selecione um Formato
VIEIRA JR, Hernani de B.; GASPAR, Stefany; CUNHA, Felipe D.. Como Melhorar a Representação de Traces: Um Estudo de Caso Usando Dados do Transporte Público. In: WORKSHOP DE COMPUTAÇÃO URBANA (COURB), 5. , 2021, Uberlândia. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021 . p. 43-55. ISSN 2595-2706.