Um Jogo digital: ”Linguaventura” para o auxílio no ensino-aprendizagem da alfabetização do ensino fundamental II

  • Jonatan Henrique da Silva UFV
  • Victor Barcelos Gontijo de Carvalho UFV
  • Gabriel de Freitas Paixão UFV
  • Hugo Rodrigo Gomes de Castro UFV
  • Pedro Moises de Sousa UFV

Resumo

Neste artigo, descreve-se o desenvolvimento de um jogo educacional digital, o Linguaventura, voltado para o ensino de língua portuguesa no Ensino Fundamental II. O jogo utiliza o motor gráfico Unity 3D e procura oferecer uma abordagem dinâmica para o ensino, convidando os alunos a embarcar em uma viagem por Lexiconium, um mundo de magia. O protagonista, nomeado pelo jogador, deve impedir Pedro, o Carrasco Acadêmico, de ameaçar Lexiconium com magia proibida. O artigo discute a criação e implementação do Linguaventura, seus desafios e resultados preliminares, contribuindo para a discussão sobre o uso de jogos digitais no ensino e inspirando novos projetos nessa área.

Referências

Barroso, L. R. (2019). A educação básica no brasil:: Do atraso prolongado à conquista do futuro. Revista Brasileira de Direitos Fundamentais & Justiça, 13(41):117–155.

Carvalho, G. R. d. (2018). A importância dos jogos digitais na educação.

Cotonhoto, L. A., Rossetti, C. B., and Missawa, D. D. A. (2019). A importância do jogo e da brincadeira na prática pedagógica. Construção psicopedagógica, 27(28):37–47.

Garneli, V., Patiniotis, K., and Chorianopoulos, K. (2019). Integrating science tasks and puzzles in computer role playing games. Multimodal Technologies and Interaction, 3(3):55.

Gonçalves, B. C., Soares, J. E. S., Oliveira, P., Marques, J., da Costa Cavalheiro, S. A., Foss, L., Du Bois, A., Reiser, R., Piana, C., and Mazzini, A. R. (2022). Jogo de rpg para o desenvolvimento de habilidades do pensamento computacional no ensino fundamental: Jogo digital e formação de professores. Revista Brasileira de Informática na Educação, 30:262–291.

Guedes, H. G. (2019). Simulador de realidade virtual versus caixa-preta no ensino de procedimentos minimamente invasivos: revisão sistemática e metanálise. PhD thesis, Universidade de São Paulo.

Pacheco, A., Costa, H. R., et al. (2023). Jogos digitais e aprendizagem em química: Uma análise a partir da revisão sistemática da literatura.

Petri, G., Gresse von Wangenheim, C., and Borgatto, A. F. (2019). Meega+: Um modelo para a avaliação de jogos educacionais para o ensino de computação. Revista Brasileira de Informática na Educação, 27(3).

Queiroz, A. d. F. A., Fassarella, L. S., and Cardoso, V. C. (2021). Jogos digitais educativos: fundamentos teóricos e análise de dois casos. Ensino da Matemática em Debate, 8(1):116–138.

SM, E., editor (2018). Geração Alpha Língua Portuguesa 8. SM Educação, Brasil.

Tori, R., Kirner, C., and Siscoutto, R. A. (2006). Fundamentos e tecnologia de realidade virtual e aumentada. Editora SBC Porto Alegre.

Villani, M. and Oliveira, D. A. (2018). Avaliação nacional e internacional no brasil: os vínculos entre o pisa e o ideb. Educação & Realidade, 43:1343–1362.
Publicado
2023-11-06
Como Citar
SILVA, Jonatan Henrique da et al. Um Jogo digital: ”Linguaventura” para o auxílio no ensino-aprendizagem da alfabetização do ensino fundamental II. Anais Estendidos do Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital (SBGames), [S.l.], p. 967-976, nov. 2023. ISSN 0000-0000. Disponível em: <https://sol.sbc.org.br/index.php/sbgames_estendido/article/view/27885>. Acesso em: 18 maio 2024. doi: https://doi.org/10.5753/sbgames_estendido.2023.233978.
Seção
Trilha de Educação – Artigos Completos