Uma Avaliação de Desempenho de Cadeias de Blocos Privadas Permissionadas através de Cargas de Trabalho Realísticas ∗

  • Marcela T. Oliveira
  • Gabriel R. Carrara
  • Natalia C. Fernandes
  • Célio V. N. Albuquerque
  • Ricardo C. Carrano
  • Dianne S. V. Medeiros
  • Diogo M. F. Mattos

Resumo


As cadeias de blocos vêm sendo utilizadas para agregar segurança a aplicações privadas em diversasáreas do conhecimento. Esta diversidade resulta no desenvolvimento de múltiplas plataformas para atenderás especificidades de cada aplicação. Assim, um desafio fundamental é assegurar que essas plataformas proveem segurança, controle de permissionamento e alto desempenhoás aplicações de cadeias de blocos. Este artigo avalia duas plataformas de desenvolvimento de cadeia de blocos, Parity e Multichain. A avaliação consiste na comparação entre as plataformas, analisando a vazão das transações, aceitação de blocos e a latência de acessoá cadeia. Para tanto, utiliza-se uma topologia de rede par a par privada permissionada de cadeia de blocos, na qual são aplicadas cargas de trabalho realísticas. As cargas de trabalho são geradas aleatoriamente, seguindo a distribuição de probabilidades da chegada de transações na cadeia de blocos do Bitcoin. Os resultados mostram que cada plataforma se destaca em critérios específicos. As decisões de projeto de cada plataforma resultam em restrições de funcionalidades que devem ser tratadas por desenvolvedores para a criação de cadeias mais seguras e eficientes.
Publicado
25/10/2018
Como Citar

Selecione um Formato
OLIVEIRA, Marcela T.; CARRARA, Gabriel R.; FERNANDES, Natalia C.; ALBUQUERQUE, Célio V. N.; CARRANO, Ricardo C.; MEDEIROS, Dianne S. V.; MATTOS, Diogo M. F.. Uma Avaliação de Desempenho de Cadeias de Blocos Privadas Permissionadas através de Cargas de Trabalho Realísticas ∗. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO EM SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E DE SISTEMAS COMPUTACIONAIS (SBSEG) , 2018 Anais do XVIII Simpósio Brasileiro em Segurança da Informação e de Sistemas Computacionais. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, oct. 2018 . p. 309 - 322.