O Computar em uma Perspectiva Queer: considerando os espaços hacker e maker

  • Leander Cordeiro de Oliveira
  • Marília Abrahão Amaral

Resumo


Construções e reconstruções socioculturais são constantes e este processo se pauta nos valores que estão permeados entre os sujeitos. O fazer computacional e seus ambientes, sistemas e sujeitos vivenciam este processo e podem acabar construindo situações normativas e excludentes. É por meio destas constantes mudanças que o presente artigo pretende apresentar um debate teórico acerca das normatividades daárea, compreendendo como uma possibilidade de abertura os movimentos Hacker e Maker e as desconstruções propostas pela Teoria Queer.

Publicado
06/07/2017
Como Citar

Selecione um Formato
DE OLIVEIRA, Leander Cordeiro; AMARAL, Marília Abrahão. O Computar em uma Perspectiva Queer: considerando os espaços hacker e maker. In: WOMEN IN INFORMATION TECHNOLOGY (WIT), 11. , 2017, São Paulo. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2017 . DOI: https://doi.org/10.5753/wit.2017.3423.