Aumentando a Eficiência na Execução de Algoritmos de Grafos em HPC

  • Marcelo K. Moori UFRGS
  • Hiago Mayk G. de A. Rocha UFRGS
  • Janaina Schwarzrock UFRGS
  • Arthur F. Lorenzon UNIPAMPA
  • Antonio Carlos S. Beck UFRGS

Resumo


A crescente necessidade de extrair informações de dados massivos - estruturados como grafos - tem impulsionado o desenvolvimento de algoritmos paralelos cada vez mais robustos para este processamento. No entanto, o comportamento voltado à comunicação e a estrutura altamente irregular dos grafos usados cotidianamente são obstáculos para alcançar os mesmos níveis de desempenho e eficiência como os observados em outras aplicações paralelas. Neste artigo, nós mostramos que a escalabilidade de diferentes aplicações de grafos variam de acordo com o algoritmo usado e a sua base de dados e que, em muitos casos, utilizar todos recursos disponíveis (i.e. todos os núcleos do processador para a execução) não é a melhor opção em termos de eficiência. Com base nisso, nós propomos o MultGraph, um framework que permite o processamento simultâneo de vários algoritmos/grafos, distribuindo-os de maneira não uniforme entre os núcleos, ao invés de executá-los serialmente (i.e. um após o outro) com o máximo paralelismo disponível. MultGraph funciona em dois passos: (i) caracterizando os algoritmos/grafos pelos seus níveis de eficiência; (ii) definindo as alocações (agrupamentos de algoritmos e entradas a serem executados concorrentemente), número de threads para cada um deles, e a ordem de execução destes grupos. Resultados experimentais em três processadores multicore (Intel e AMD) mostram que o MultGraph melhora em até 9, 21x e 4, 52x em média o tempo de execução das aplicações em relação à execução padrão de aplicações em sistemas HPC.

Referências

Beamer, S., Asanovíc, K., and Patterson, D. (2015a). The gap benchmark suite. arXiv preprint arXiv:1508.03619.

Beamer, S., Asanovic, K., and Patterson, D. (2015b). Locality exists in graph processing: Workload characterization on an ivy bridge server. In ISWC, pages 56–65. IEEE.

da Silva, V., Medeiros, T., Rocha, H., Luizelli, M., Rossi, F., Beck, A. C., and Lorenzon, A. (2020). Análise da execução concorrente de aplicações paralelas em arquiteturas multicore. In WSCAD, pages 61–72. SBC.

da Silva, V. S., Nogueira, A. G., de Lima, E. C., de A. Rocha, H. M., Serpa, M. S., Luizelli, M. C., Rossi, F. D., Navaux, P. O., Beck, A. C. S., and Francisco Lorenzon, A. (2021). Smart resource allocation of concurrent execution of parallel applications. CCPE, page e6600.

Eager, D., Zahorjan, J., and Lazowska, E. (1989). Speedup versus efficiency in parallel systems. IEEE TC, 38(3):408–423.

Gleich, D. F. (2014). Pagerank beyond the web.

Heidari, S., Simmhan, Y., Calheiros, R., and Buyya, R. (2018). Scalable graph processing frameworks: A taxonomy and open challenges. CSUR, 51:1–53.

Jorge González-Domínguez, Guillermo L. Taboada, B. B. F. M. J. M. and Touriño, J. (2012). Automatic mapping of parallel applications on multicore architectures using the servet benchmark suite. CEE, 38:258–269.

Leskovec, J. and Krevl, A. (2014). SNAP Datasets: Stanford large network dataset collection. http://snap.stanford.edu/data.

Lorenzon, A. F. and Beck Filho, A. C. S. (2019). Parallel computing hits the power wall: principles, challenges, and a survey of solutions. Springer Nature.

Mofrad, M. H., Melhem, R., Ahmad, Y., and Hammoud, M. (2020). Graphite: a numaaware hpc system for graph analytics based on a new mpi* x parallelism model. Proceedings of the VLDB Endowment, 13(6):783–797.

Raasch, S. E. and Reinhardt, S. K. (2003). The impact of resource partitioning on smt processors. In PACT, pages 15–25.

Rocha, H. M. G. d. A., Schwarzrock, J., Lorenzon, A. F., and Beck, A. C. S. (2021). In Boosting graph analytics by tuning threads and data affinity on numa systems. PDP, pages 161–168. IEEE.

Roy, A., Mihailovic, I., and Zwaenepoel, W. (2013). X-stream: Edge-centric graph processing using streaming partitions. page 472–488.

Shun, J. and Blelloch, G. E. (2013). Ligra: a lightweight graph processing framework for shared memory. In ACM PPoPP, pages 135–146.

Sudarsan, R. and Ribbens, C. J. (2016). Combining performance and priority for scheduling resizable parallel applications. JPDC, 87:55–66.

Suleman, M. A., Qureshi, M. K., and Patt, Y. N. (2008). Feedback-driven threading: Power-efficient and high-performance execution of multi-threaded workloads on cmps. SIGARCH CAN, 36(1):277–286.

Varisteas, G. (2015). Effective cooperative scheduling of task-parallel applications on multiprogrammed parallel architectures. PhD thesis. QC 20151016.

Yan, D., Bu, Y., Tian, Y., and Deshpande, A. (2017). Big graph analytics platforms. FTD, 7(1-2):1–195.

Zhang, K., Chen, R., and Chen, H. (2015). Numa-aware graph-structured analytics. SIGPLAN Not., 50(8):183–193.
Publicado
26/10/2021
Como Citar

Selecione um Formato
MOORI, Marcelo K.; ROCHA, Hiago Mayk G. de A.; SCHWARZROCK, Janaina; LORENZON, Arthur F.; BECK, Antonio Carlos S.. Aumentando a Eficiência na Execução de Algoritmos de Grafos em HPC. In: SIMPÓSIO EM SISTEMAS COMPUTACIONAIS DE ALTO DESEMPENHO (WSCAD), 22. , 2021, Belo Horizonte. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021 . p. 132-143. DOI: https://doi.org/10.5753/wscad.2021.18518.