SESVR: Realidade Virtual como Auxiliadora no Processo de Ensino/Aprendizagem de Habilidades Socioemocionais

Autores

  • Arthur Georges Fakhouri Faculdade de Informática de Presidente Prudente (FIPP/UNOESTE)
  • Camelia Santina Murgo Faculdade de Psicologia de Presidente Prudente (UNOESTE) https://orcid.org/0000-0003-3932-7580
  • Robson Augusto Siscoutto Faculdade de Informática de Presidente Prudente (FIPP/UNOESTE) https://orcid.org/0000-0001-8531-0099

DOI:

https://doi.org/10.5753/rbie.2022.2617

Palavras-chave:

Realidade Virtual, Habilidades Sociais, Habilidades Emocionais, Habilidades Socioemocionais

Resumo

As habilidades socioemocionais visam desenvolver uma educação de interação crítica dos alunos com a complexidade do mundo. Entretanto, a metodologia atual do ensino, se baseia na aula dialogada e expositiva, com levantamento de conhecimentos prévios, utilizando a apostila e o caderno do aluno e professor que disponibilizam atividades auxiliares para complementar a base teórica da aula, como vídeos, artigos, dentre outros, além dos conteúdos a serem abordados. Porém, os métodos tradicionais de ensino e a falta de qualificação do professor tornam o ensino desmotivador para o aluno. Com o avanço da tecnologia, o uso de tecnologias como realidade virtual, podem ser um auxiliador e motivador no processo de ensino, visto que permite o usuário imergir, e interagir em um Ambiente Virtual tridimensional em tempo real gerado em um computador. Diante disso, este trabalho apresenta uma ferramenta de realidade virtual visando o desenvolvimento de habilidades socioemocionais de alunos do ensino básico brasileiro usando a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).  A partir das competências designadas pela BNCC e da experiência do coorientador em psicologia positiva em contextos educativos, os ambientes virtuais foram contextualizados, gamificados e desenvolvidos visando atingir as habilidades necessárias na educação básica. Para o desenvolvimento foram utilizadas tecnologias web e mobile. Com a ferramenta concluída, foi realizado um teste de usabilidade específico para aplicações de realidade virtual, obtendo média final de 4,13 de 5,0, considerado apto para uso, no futuro, em salas de aulas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arthur Georges Fakhouri, Faculdade de Informática de Presidente Prudente (FIPP/UNOESTE)

Universidade de Oeste Paulista - Unoeste

Camelia Santina Murgo, Faculdade de Psicologia de Presidente Prudente (UNOESTE)

Universidade do Oeste Paulista - Unoeste

Referências

Abdelmohsen, M. & Arafa, Y (2021). Training Social Skills of Children with ASD Through Social Virtual Robot. IEEE Conference on Virtual Reality and 3D User Interfaces Abstracts and Workshops (VRW), 2021, pp. 314-319, DOI: 10.1109/VRW52623.2021.00063, [GS Search].

Brasil. Ministério da Educação. (sd). Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Disponível em: [Link]. Acesso em outubro de 2020.

Camargo, V (2019). Realidade Virtual no Brasil e no mundo: Momentos em que a tecnologia foi utilizada. Disponível em [Link]; acessado em dezembro de 2020.

Bolsoni-Silva, A. T. & Marturano, E. M . (2002) Práticas educativas e problemas de comportamento: uma análise à luz das habilidades sociais. Estudos de Psicologia (Natal), p. 227-235. DOI: 10.1590/S1413-294X2002000200004, [GS Search].

Boyd, L. E., Gupta, S. & Vikmani, S. B. & Gutierrez, C. M. & Yang, J. & Linstead, E. & Hayes, G. R (2018). VrSocial: Toward Immersive Therapeutic VR Systems for Children with Autism. In Proceedings of the 2018 CHI Conference on Human Factors in Computing Systems (CHI '18). Association for Computing Machinery, New York, NY, USA, 2018, Paper 204, 1–12. DOI: 10.1145/3173574.3173778, [GS Search].

Brooke, J. (1995). SUS: A “quick and dirty” usability scale. Usability Eval. Ind. 189., 1995. Disponível em: [Link]. Acesso em: 06 dez. 2021.

Gelsomini, M., Garzotto, F., Montesano, D. & Occhiuto, D (2016). Wildcard: A wearable virtual reality storytelling tool for children with intellectual developmental disability. 2016 38th Annual International Conference of the IEEE Engineering in Medicine and Biology Society (EMBC), 2016, pp. 5188-5191, DOI: 10.1109/EMBC.2016.7591896, [GS Search].

Gresham, F. M. (1998). Social skills training with children: Social learning and applied behavioral analytic approaches. In T. S. Watson & F. M. Gresham (Eds.), Handbook of child behavior therapy (pp. 475–497). Plenum Press. DOI: 10.1007/978-1-4615-5323-6_24, [GS Search].

Kitchenham, B., Brereton, O. P., Budgen, D., Turner, M., Bailey, J. & linkman, S (2009). Systematic literature reviews in software engineering - a systematic literature review. Inf. Softw. Technol., Butterworth-Heinemann, Newton, MA, USA, v. 51, n. 1, p. 7–15, jan. 2009. ISSN 0950-5849. DOI: 10.1016/j.infsof.2008.09.009, [GS Search].

Likert, R. A (1932). Technique for the Measurement of Attitudes, no. No 136-165 in A Technique for the Measurement of Attitudes, publisher not identified, 1932. Disponível em: [Link]. Acessado em Março de 2021.

Loiacono, T., Trabucchi, M., Messina, N., Matarazzo, V., Garzotto, F. AND BECCALUVA, E. A (2018). Social MatchUP -: a Memory-like Virtual Reality Game for the Enhancement of Social Skills in Children with Neurodevelopmental Disorders. In Extended Abstracts of the 2018 CHI Conference on Human Factors in Computing Systems (CHI EA '18). Association for Computing Machinery, New York, NY, USA, 2018; Paper LBW619, 1–6. DOI: 10.1145/3170427.3188525, [GS Search].

Rusu, C., Muñoz, R., Roncagliolo, S., Rudloff, S., Rusu, V. & Figueroa, A (2011). Usability heuristics for virtual worlds. The Third International Conference on Advances in Future Internet (AFIN 2011), n. c, p. 16–19, 2011. ISBN: 978-1-61208-148-9. Disponivem em: [Link].

Sapienza, G. & Pedromônico, M. (2005). Risco, Proteção e Resiliência no Desenvolvimento da Criança e do adolescente. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 10, n. 2, p. 209-216, mai./ago. 2005. DOI: 10.1590/S1413-73722005000200007, [GS Search].

Socioemocionaisbncc. Ebook Competências SocioEmocionais na BNCC. Disponível em: [Link]. Acesso em outubro de 2020.

Sutcliffe, A. & Gault, B (2004). Heuristic evaluation of virtual reality applications. Interacting with Computers, v. 16, n. 4, p. 831–849, 2004. DOI: 10.1016/j.intcom.2004.05.001, [GS Search].

Sutcliffe, A. G. & Kaur, K. D (2000). Evaluating the usability of virtual reality user interfaces. Behaviour & Information Technology, 19:6, 415-426, 2000; DOI: 10.1080/014492900750052679, [GS Search].

Arquivos adicionais

Publicado

2022-10-06

Como Citar

FAKHOURI, A. G.; MURGO, C. S.; SISCOUTTO, R. A. SESVR: Realidade Virtual como Auxiliadora no Processo de Ensino/Aprendizagem de Habilidades Socioemocionais. Revista Brasileira de Informática na Educação, [S. l.], v. 30, p. 471–493, 2022. DOI: 10.5753/rbie.2022.2617. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/journals/index.php/rbie/article/view/2617. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos