Uma proposta de arquitetura computacional para autoria de jogos digitais educacionais com suporte a técnicas de analíticas de aprendizagem - STUDX

  • João Gabriel de Matos Dairel UFU
  • Renan Gonçalves Cattelan UFU
  • Rafael Dias Araújo UFU

Resumo


Professores da Educação Básica têm buscado estratégias que vão além das metodologias tradicionais de ensino. Uma possibilidade é a utilização de jogos digitais educacionais. No entanto, criar jogos digitais é uma tarefa difícil e que demanda equipes técnicas especializadas, além dos especialistas do domínio de aplicação, como professores da Educação Básica. Assim, há uma lacuna temporal entre a demanda dos especialistas de domínio e o desenvolvimento e disponibilização desses artefatos. Dessa forma, este trabalho propõe uma arquitetura de software que permite a criação dinâmica de fases de jogos digitais educacionais com recursos de analíticas de aprendizagem.

Referências

Bado, N. (2022). Game-based learning pedagogy: a review of the literature. Interactive Learning Environments, 30(5):936–948.

Basawapatna, A. R., Koh, K. H., and Repenning, A. (2010). Using scalable game design to teach computer science from middle school to graduate school. In Proceedings of the Fifteenth ITiCSE, ITiCSE ’10, page 224–228, New York, NY, USA. ACM.

Burroughs, J. (2017). A working theory of game design. Disponível em: https://tinyurl.com/4ss9a3a5. Acessado em: 15 jun 2023.

Dairel, J. G. M. (2021). Uma proposta para gerenciamento de fases de jogos educacionais desenvolvidos com phaser.js para não desenvolvedores no contexto de química. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Sistemas de Informação) – Universidade Federal de Uberlândia.

Davidoff, S., Lee, M. K., Dey, A. K., and Zimmerman, J. (2007). Rapidly exploring application design through speed dating. In Krumm, J., Abowd, G. D., Seneviratne, A., and Strang, T., editors, UbiComp 2007, pages 429–446. Springer Berlin Heidelberg.

Davis, F. D. (1989). Perceived usefulness, perceived ease of use, and user acceptance of information technology. MIS Quarterly, 13(3):319–340.

de Matos Dairel, J. G., Gasparini, I., and Araújo, R. D. (2023). Strategies to promote stakeholders’ autonomy while creating educational digital games. In Santos, R. P. d. and Hounsell, M. d. S., editors, Grand Research Challenges in Games and Entertainment Computing in Brazil GranDGamesBR 2020–2030, pages 255–273, Cham. Springer Nature Switzerland.

INEP (2022). Censo Escolar da Educação Básica 2022. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em: https://tinyurl.com/2e9stwrw. Acesso em: 04 de abril de 2023.

McDowell, L. and Sambell, K. (1999). The experience of innovative assessment: student perspectives. In Brown, S. and Glasner, A., editors, Assessment matters in higher education : choosing and using diverse approaches, pages 71–82. SRHE.

Nielsen, J. and Mathiasen, M. P. (2013). Game analytics: Maximizing the value of player data. In Nielsen, J. and Mathiasen, M. P., editors, Understanding video games: The essential introduction, pages 271–294. Routledge, New York.

Preece, J., Sharp, H., and Rogers, Y. (2019). Interaction Design: Beyond Human-Computer Interaction. John Wiley & Sons, Chichester, UK, 5th edition edition.

Romero, R., Plaza, I. R., and Orfali, C. H. (2019). Barriers in teacher perception about the use of technology for evaluation in higher education. Digital Education Review, (35):170–185.

Seade (2019). Acesso à tecnologia na educação: Um desafio para as escolas públicas. Revista Eletrônica de Políticas Públicas, 5(1):42–57.

Ullah, M., Amin, S. U., Munsif, M., Safaev, U., Khan, H., Khan, S., and Ullah, H. (2022). Serious games in science education. a systematic literature review. Virtual Reality & Intelligent Hardware, 4(3):189–209. Advances in Wireless Sensor Networks under AI-SG for Augmented Reality Special Issue.
Publicado
06/11/2023
Como Citar

Selecione um Formato
DAIREL, João Gabriel de Matos; CATTELAN, Renan Gonçalves; ARAÚJO, Rafael Dias. Uma proposta de arquitetura computacional para autoria de jogos digitais educacionais com suporte a técnicas de analíticas de aprendizagem - STUDX. In: WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO: GRADUATE STUDENTS EXPERIENCE (STUDX) - CONGRESSO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO (CBIE), 12. , 2023, Passo Fundo/RS. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2023 . p. 241-246. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie_estendido.2023.234816.