Avaliação de um jogo digital para alfabetização de crianças surdas

Resumo


Desenvolver tecnologias para crianças Surdas traz desafios inerentes às particularidades delas, bem como desafios aos meios de avaliação dessas tecnologias. Mesmo jogos produzidos por meio de processos colaborativos de design necessitam de avaliação da adequação à proposta original e ao público-alvo. Nesse sentido, este artigo apresenta os resultados do processo de avaliação preditiva de um jogo educacional projetado por e para crianças surdas utilizando duas técnicas: avaliação heurística e avaliação por especialistas. Houve a identificação de mais pontos de melhoria na interação e pôde-se fazer uma reflexão para além da usabilidade, refletindo-se sobre possíveis práticas de aplicação do jogo, como a possibilidade de trabalhar aspectos de cooperação.

Palavras-chave: games, crianças surdas, heurísticas, avaliação por especialistas

Referências

Abreu, C. A., Rosa, J. C., and Matos, E. (2017). Aplicabilidade de heurísticas de usabilidade para aplicativos móveis educacionais infantis. In Proceedings of the XVI Brazilian Symposium on Human Factors in Computing Systems.

Aguiar, E., Pedreira, L. O., Gomes, V., and Sarinho, V. (2018). Avaliando jogos digitais educativos para indivíduos portadores do transtorno do espectro autista. In Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE), volume 29.

Canteri, R. d. P. (2014). Diretrizes para o design de aplicações de jogos eletrônicos para educação infantil de surdos. Master’s thesis, Setor de Ciências Exatas, Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Dantas, A. C., de Melo, S., Neves, L., Milessi, T., and do Nascimento, M. Z. (2019). Michelzinho: Jogo sério para o ensino de habilidades emocionais em pessoas com autismo ou deficiência intelectual. In Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE), volume 30.

de Melo, M. V. C., Segato, T., and Mombach, J. (2019). Apolo: Versão digital de um jogo de tabuleiro para apoio ao ensino na educação básica. In Brazilian Symposiumon Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE), volume 30.

de Oliveira, W. C., Dourado, H. M., Zabot, D., and de Souza Matos, E. (2017). Serious game para conscientização social no contexto de mobilidade e acessibilidade urbana. In Proceedings of the XVI Brazilian Symposium on Games and Digital Entertainment, SBGAMES.

de Souza, C. S. (2005). The semiotic engineering of human-computer interaction. The MIT Press

Fuchter, S. K., Pham, T., Perecin, A.and Ramos, L. E., Fuchter, A. K., and Schlichting,M. S. (2016). O uso do game como ferramenta de educação e sensibilização sobre a reciclagem de lixo. Revista Educação e Cultura Contemporânea, pages 56–82.

Laamarti, F., Eid, M., and El Saddik, A. (2014). An overview of serious games. International Journal of Computer Games Technology, 2014.

Leite, P. d. S. and Joselli, M. (2015). Wyz: Avaliação de um jogo mobile para auxílio no ensino da língua portuguesa às crianças com deficiência auditiva. In Proceedings of SBGames.

Meira, R. L. e. (2021). Macaco no deserto: um jogo digital para alfabetização de crianças surdas. Projeto Final de Curso. Bacharelado em Ciência da Computação, UFBA.

Nielsen, J. (1994). Usability inspection methods. In Conference companion on Human factors in computing systems, pages 413–414.

Rosa, J. C. S. (2016). Design de interação multicultural: um framework semioparticipativo para o (re) design da interação de softwares educacionais. Master’s thesis, Universidade Federal da Bahia.

Zabot, D. (2019). (spidekids:) adapting interaction codesign process for deaf or hard of hearing children participation. Master’s thesis, Universidade Federal da Bahia.

Zabot, D., Andrade, S., and Matos, E. (2018). Raciocínio computacional e jogos digitais: categorias e mecânicas. In Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE), volume 29.

Zabot, D., Andrade, S., and Matos, E. (2019). Game design participativo com crianças surdas e com deficiência auditiva: uma experiência no ensino fundamental. In Anais do I Workshop sobre Interação e Pesquisa de Usuários no Desenvolvimento de Jogos, pages 49–58. SBC.
Publicado
22/11/2021
Como Citar

Selecione um Formato
MEIRA, Ramon; ZABOT, Diego; MATOS, Ecivaldo de Souza. Avaliação de um jogo digital para alfabetização de crianças surdas. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 32. , 2021, Online. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021 . p. 451-461. DOI: https://doi.org/10.5753/sbie.2021.218556.