Um Protocolo de Alocação Dinâmica de Canais para Ambientes Médicos sob Múltiplas Estações Base

  • Bruno M. Cremonezi
  • Alex B. Vieira
  • Michele Nogueira
  • José A. M. Nacif

Resumo


Com estimativas de crescimento de até 3 bilhões de sensores vestíveis até 2025, o monitoramento da saúde por redes sem fio tem se tornado cada vez mais popular e desafiador. Sujeitas a altas taxas de erros e interferências, as transmissões sem fio são vulneráveis a alta latência e baixa vazão, resultando em sérios riscos para os usuários. Em geral, as soluções existentes tratam de interferências em redes corporais e redes locais sem fio. Entretanto, raramente, focam neste problema considerando os requisitos mínimos exigidos pelas aplicações médicas. Este trabalho apresenta o PDAC, um protocolo da camada MAC ciente dos requisitos das aplicações médicas promovendo a alocação dinâmica de canais em cenários hospitalares densos. O PDAC oferece uma solução para reduzir interferências e permite a cooperação de múltiplas estações base no mesmo ambiente médico-hospitalar. Ao utilizar o PDAC, as estações base trabalham de forma colaborativa para atender aos requisitos necessários para as aplicações médicas. Os resultados de simulação indicam que, em um ambiente médico realista, o PDAC é capaz de, em média, aumentar a vazão em 30% e reduzir a latência em 40% quando comparado com protocolos de alocação de frequência do estado da arte.
Publicado
19/05/2017
Como Citar

Selecione um Formato
CREMONEZI, Bruno M.; VIEIRA, Alex B.; NOGUEIRA, Michele; NACIF, José A. M.. Um Protocolo de Alocação Dinâmica de Canais para Ambientes Médicos sob Múltiplas Estações Base. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE REDES DE COMPUTADORES E SISTEMAS DISTRIBUÍDOS (SBRC), 35. , 2017, Belém. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2017 . ISSN 2177-9384.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)