Recursos Educacionais Abertos: entre o Desconhecido e os Avanços Necessários

  • Rosana Abutakka Vasconcelos dos Anjos UFMT
  • Katia Morosov Alonso UFMT

Resumo


Este artigo tem por objetivo evidenciar a importância do uso de Recursos Educacionais Abertos para a auxiliar a aprendizagem de estudantes de graduação, e toma por base os dados de uma pesquisa de doutorado na área da educação, finalizada no ano de 2021. Por meio da metodologia de observação participante, 31 estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso foram entrevistados e 15 destes observados, com o propósito de entender e visualizar os recursos de tecnologias comumente utilizados em suas práticas de estudo. Com base na coleta e análise das informações, os resultados da pesquisa indicam que, apesar dos estudantes utilizarem de modo intenso diversos recursos educacionais presentes na internet para apoiar sua aprendizagem, como vídeos, textos digitais, sites, entre outros, constatou-se ausência de uma sondagem ou verificação sobre o tipo de licenciamento do material utilizado. Sendo a temática dos Recursos Educacionais Abertos, desconhecida pelos sujeitos da pesquisa.

Palavras-chave: Recursos Educacionais Abertos, Aprendizagem, Educação

Referências

AMIEL, Tel. Educação Aberta: configurando ambientes, práticas e recursos educacionais. In: SANTANA, B.; ROSSINI, C.; PRETTO, N. L. (Org). Recursos Educacionais Abertos – práticas colaborativas e políticas públicas. Org. Salvador: Edufba; São Paulo: Casa da Cultura Digital, 2012.

ANJOS, Rosana. Abutakka. Vasconcelos. Cultura Digital e Aprendizagens: a transcendência dos espaços instituídos na formação no ensino superior. 2021. 275f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação. PPGE/UFMT. Cuiabá, 2021. Acesso em: 20 ago. 2021. Disponível em: https://www.abutakka.com.br/pesquisa/

ANJOS, Rosana. Abutakka. Vasconcelos; ALONSO, Katia Morosov. Educação a Distância e os Recursos Educacionais Abertos: compreensões, possibilidades e perspectivas. In: MACIEL, C.; VITERBO, J. (Orgs.). Computação e Sociedade: a Tecnologia - volume 3. Cuiabá-MT: EdUFMT Digital, 2020. Acesso em: 5 set. 2021. Disponível em: https://www.edufmt.com.br/product-

ATKINSON, Paul; HAMMERSLEY, Martyn. Ethnography and participant observation. In: DENZIN, N. K; LINCOLN, Y. S. (Org). Strategies of qualitative inquiry. Thousand Oaks: Sage, 1998. p. 248-261.

BRANCO, Sergio. BRITTO, Walter. (2013). O que é Creative Commons? Novos modelos e direito autoral em um mundo mais criativo. Disponível em [link]. Acesso em: 13 ago. 2021.

DENZIN, Norman K.; LINCOLN, Yvonna. S. O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Tradução de Sandra Regina Netz, 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006. Reimpressão 2010, 432p.

FURTADO, Débora; AMIEL, Tel. Guia de bolso da educação aberta. Brasília: Iniciativa Educação Aberta, 2019. Disponível em: [link]. Acesso em: 10 abr. 2020.

LITTO, Fredric. M.; MATTAR, João. Educação Aberta e Online: pesquisar, remixar e compartilhar. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017.

SHNEIDERMAN, Ben. O Laptop de Leonardo: como o novo Renascimento já está mudando a sua vida. Tradução de Vera Whately. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. A Formação Social da Mente. 7. ed. Tradução de José Cipolla Neto, Luis S. M. Barreto e Solange C. Afeche. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
Publicado
08/11/2021
Como Citar

Selecione um Formato
ANJOS, Rosana Abutakka Vasconcelos dos; ALONSO, Katia Morosov. Recursos Educacionais Abertos: entre o Desconhecido e os Avanços Necessários. In: ANAIS PRINCIPAIS DO SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO (SEMIEDU), 29. , 2021, Cuiabá. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021 . p. 343-357. ISSN 2447-8776.