Uma Proposta de Formação de Professores sobre o Enriquecimento de Atividades Gramaticais de Língua Inglesa com Preceitos de Pensamento Computacional

  • Thais Mazotti Lins Unioeste
  • Clodis Boscarioli Unioeste

Resumo


Aprender a língua inglesa é um desafio para muitos, sendo assim, é essencial fornecer diferentes recursos para que os professores a ensinem. O Pensamento Computacional é uma ferramenta que pode ser utilizada para enriquecer atividades e refletir positivamente no ensino e aprendizado desse idioma. Para difundir tais potencialidades a professores de inglês, apresentamos neste artigo uma proposta de formação. Como procedimento metodológico um formulário de pesquisa foi respondido por professores de língua inglesa para descobrir conteúdos gramaticais os alunos possuem maior dificuldade de aprender no Ensino Fundamental II. Com base nessas respostas, um e-book com atividades de gramática à luz do Pensamento Computacional foi criado e utilizado nas atividades desenvolvidas na formação, na qual, uma introdução ao Pensamento Computacional foi fornecida, as atividades já planejadas foram analisadas, novas atividades foram criadas e aplicadas pelos participantes com seus estudantes, e reflexões e experiências foram compartilhadas.

Palavras-chave: Formação de professores, Pensamento Computacional, Ensino de Língua Inglesa

Referências

ARRUDA, E. P. Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. EmRede – Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, v. 7, n. 1, p. 257-275, 2020. Disponível em: <https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/%20article/view/621>. Acesso em: 03 de ago. de 2021.

BOUCINHA, R. M. Aprendizagem do pensamento computacional e desenvolvimento do raciocínio. 2017. Tese (Doutorado em Informática na Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/172300>. Acesso em: 03 de ago. de 2021.

BRACKMANN, C. P. Desenvolvimento do pensamento computacional através de atividades desplugadas na educação básica. Tese em Informática na educação – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2017. Disponível em: <https://lume.ufrgs.br/handle/10183/172208>. Acesso em: 01 de set. de 2021.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Referenciais para Formação de Professores. Brasília, 2002. Disponível em: [link]. Acesso em: 01 de set. de 2021.

GARCÍA, Carlos Marcelo. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

MONTREZOR, Bethania Márcia; SILVA, Alexandre Batista da. A dificuldade no aprendizado da Língua Inglesa. Cadernos UniFOA (Impresso), v. v, p. 27, 2009. Disponível em: <http://web.unifoa.edu.br/cadernos/edicao/10/27.pdf>. Acesso em: 03 de ago. de 2021.

NESIBA, Natasha; PONTELLI, Enrico; STALEY, Timothy. Dissect: Exploring the Relationship Between Computational Thinking and English Literature in K-12 Curricula. FIE 2015: 1-8. Disponível em: <http://fie-conference.org/sites/fie-conference.org/files/1570093959.pdf>. Acesso em: 03 de ago. de 2021.

PIRES, Célia Maria Carolino. Reflexões sobre os cursos de licenciatura em matemática, tomando como referência as orientações propostas nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação de professores da educação básica. Educação Matemática em Revista, São Paulo, ano 9, n. 11, p. 44-56, 2002.

TABESH, Y. Computational Thinking: A 21st Century Skill. Olympiads in Informatics, 2017, vol. 11, Special Issue. Disponível em: <https://ioinformatics.org/journal/v11si_2017_65_70.pdf>. Acesso em: 03 de set. de 2021.

WING, J. M. Computational Thinking. Communications of the ACM, CACM vol. 49, n. 3, Mar. 2006, p. 33-35. Disponível em: <https://www.cs.cmu.edu/~./15110-s13/Wing06-ct.pdf>. Acesso em: 1 de set. de 2021.

WING, J. M. Computational Thinking: What and Why? Link Magazine (2010). Disponível em: [link]. Acesso em: 2 de set. de 2021.
Publicado
08/11/2021
Como Citar

Selecione um Formato
LINS, Thais Mazotti; BOSCARIOLI, Clodis. Uma Proposta de Formação de Professores sobre o Enriquecimento de Atividades Gramaticais de Língua Inglesa com Preceitos de Pensamento Computacional. In: ANAIS PRINCIPAIS DO SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO (SEMIEDU), 29. , 2021, Cuiabá. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021 . p. 1813-1825. ISSN 2447-8776.