Levantamento de indicadores de maturidade digital a partir de um mapeamento sistemático da literatura

  • Alex Calado UFRPE
  • Ricardo de Souza UFRPE

Resumo


Desenvolver uma estratégia de transformação digital é uma das principais prioridades de organizações que atuam nos mais diversificados mercados. A transformação digital consiste na entrega de valor e de uma melhor experiência aos clientes por meio de tecnologias digitais. A transformação digital envolve uma mudança profunda nos processos organizacionais, modelos de negócio e, também, no comportamento das pessoas envolvidas, como líderes, funcionários e até mesmo clientes. O primeiro passo para se traçar uma boa estratégia é diagnosticar a situação atual da organização, neste contexto, em termos de maturidade digital. Este trabalho apresenta então um levantamento das dimensões e indicadores utilizados no diagnóstico do nível de maturidade digital das organizações, resultante de um mapeamento sistemático da literatura.

Referências

Baxendale, G. (2019) Digital Transformation isn't that Technical, ITNOW, v.61, Issue 2, p. 04–05 https://doi.org.ez19.periodicos.capes.gov.br/10.1093/itnow/bwz030

BDO. (2019) Building tomorrow’s business: pioneering digital transformation in 2019. Disponível em . Acesso em 19 de março de 2020.

Delloite. (2018) Pivoting to digital maturity: seven capabilities central to digital transformation. Disponível em: https://www2.deloitte.com/content/dam/insights/us/articles/4955_Pivoting-to-digital-maturity/DI_Pivoting-to-digital-maturity.pdff>. Acesso em 19 de março de 2020.

Hustad, E. et al. (2019) Creating Business Value from Cloud-Based ERP Systems in Small and Medium-Sized Enterprises. In: Conference on e-Business, e-Services and e-Society. Springer, Cham. p. 691-703.

J. Seitz and A. Burosch, "Digital Value Creation" 2018 IEEE International Conference on Engineering, Technology and Innovation (ICE/ITMC), Stuttgart, 2018, pp. 1-5.

Magalhães, C., Santos, R., Silva, F. and Gomes, A. (2013). Caracterizando a pesquisa em informática na educação no Brasil: um mapeamento sistemático das publicações do SBIE. In Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE) (Vol. 24, No. 1, p. 22).

Matt, C.; Hess, T.; Benlian, A. (2015) Digital transformation strategies. Business & Information Systems Engineering, v. 57, n. 5, p. 339-343.

Mckinsey. (2015) What ‘digital’ really means. Disponível em:

Meira, S.; Neves, A. (2019) Strateegia – framework de transformação digital. The Digital Strategy Company. Disponível em: Acesso em 20 de março de 2020.

Met, İ. et al. (2020) Key Success Factors for Strategic Management in Digital Business. In: Digital Business Strategies in Blockchain Ecosystems. Springer. p. 283-304.

Nambisan, S. et al. (2019) The digital transformation of innovation and entrepreneurship: Progress, challenges and key themes. Research Policy, v. 48, n. 8,p. 103773.

Petersen, K.; Feldt, R.; Mujtaba, S. and Mattsson, M. (2008) Systematic Mapping Studies in Software Engineering. 12th International Conference on Evaluation and Assessment in Software Engineering (EASE). University of Bari, Italy.

Venkateswaran, V.; Jyotishi, A. (2017) Digital Strategy Performance Differential Between Government and Private Sector: An New Institutional Economics Perspective. In: 2017 IEEE International Conference on Computational Intelligence and Computing Research (ICCIC). IEEE. p. 1-5.

Vianna, Maurício. Design thinking: inovação em negócios. Design Thinking, 2012.

Zaugg, H., West, R., Tateishi, I. and Randall, D. (2011). Mendeley: Creating communities of scholarly inquiry through research collaboration. Tech Trends, 55(1),32-36.
Publicado
30/06/2020
Como Citar

Selecione um Formato
CALADO, Alex; DE SOUZA, Ricardo . Levantamento de indicadores de maturidade digital a partir de um mapeamento sistemático da literatura. In: WORKSHOP SOBRE ASPECTOS SOCIAIS, HUMANOS E ECONÔMICOS DE SOFTWARE (WASHES), 5. , 2020, Cuiabá. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2020 . p. 51-60. DOI: https://doi.org/10.5753/washes.2020.11197.