Um Jogo para Dispositivos Móveis com o Objetivo de Auxiliar a Aprendizagem de Libras, ELiS e Português

  • Igor Victor Lucena do Nascimento UFRPE
  • Taciana Pontual Falcão UFRPE

Resumo


Existem milhões de pessoas com alguma deficiência auditiva no Brasil, e a maioria destes indivíduos, têm alguma dificuldade de comunicar-se por meio da Língua Portuguesa e, consequentemente, com a sociedade. A língua mais usada pelos Surdos no Brasil é a Libras (Língua Brasileira de Sinais) que se expressa por meio de gestos e expressões faciais. Essa língua tem a sua própria escrita, uma delas é o ELiS, ou Escrita de Língua de Sinais, que auxilia no processo de alfabetização das crianças surdas em Português. Diante disso, o presente artigo é sobre a criação de um jogo de memória para dispositivos móveis, desenvolvido por meio da plataforma Unity, que auxilie as crianças surdas na alfabetização e aquisição da Libras, ELiS e Português.

Referências

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Relatório Mundial de Saúde 2011. Disponível em: . Acesso em: 24 de setembro de 2015

IBGE. Tabelas - Pessoas com Deficiência. Censo Demográfico 2010. Disponível em: .

BRASIL. Decreto n. 5.625, de 22 de setembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Disponível em: Acesso em: 21 de maio de 2015.

PEREIRA, Ana Maria. Tecnologia X Educação. 2011. 44 f. Monografia (Especialização) - Curso de Docência do Ensino Superior, Universidade Candido Mendes, Rio de Janeiro, 2011.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Câmara de Educação Básica. Resolução CNE/CEB 2/2001. Diário Oficial da União, Brasília, 14 de setembro de 2001. Seção 1E, p. 39-40.

BRASIL. Lei Nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Brasília, 2002.

KORTE, Jessica; POTTER, Leigh Ellen; NIELSEN, Sue. Designing a Mobile Video Game to Help Young Deaf Children Learn Auslan. British Computer Society Swinton. Birmingham, p. 345-350. 10 set. 2012.

SILVA, Rafaela Cota da. SignWriting: um sistema de escrita das línguas gestuais. Aplicação à Língua Gestual Portuguesa.. 2012. 12 f. TCC (Graduação) - Curso de Língua Gestual Portuguesa, Escola Superior de Educação de Coimbra, Coimbra, 2012.

BARROS, Mariângela Estelita. ELiS: sistema brasileiro de escrita das línguas de sinais. Porto Alegre: Penso, 2015.

CARVALHO, Andréa dos Guimarães de et al. Libras e ASL representadas pela Escrita de Línguas de Sinais - ELiS. Revista Intercâmbio dos Congressos Internacionais de Humanidades, Brasília, n. 6, p.23-34, jan. 2016. Disponível em: . Acesso em: 30 jun. 2019.

BENASSI, Claudio Alves; DUARTE, Anderson Simão; PADILHA, Simone de Jesus. POIESIS DA LIBRAS E DA ESCRITA DAS LÍNGUAS DE SINAIS (ELiS): A utilização da visualidade da língua e da ELiS na poética de Duarte. Revista Diálogos, Cuiabá, v. 3, n. 2, p.37-47, dez. 2015.

UNITY. Products. 2019. Disponível em: . Acesso em: 01 jul. 2019.

SCHICK, Brenda. The Development of American Sign Language and Manually Coded English Systems. In: MARSCHARK, Marc; SPENCER, Patricia Elizabeth. Oxford Handbooks of Deaf Studies, Language, and Education. New York: Oxford University Press, 2005. Cap. 16. p. 219-222.

KHENISSI, Mohamed Ali et al. A Learning Game for Deaf Learners. 2015 IEEE 15th International Conference On Advanced Learning Technologies. Taiwan, p. 418-422. jul. 2015.

GMBH, Sigame. SiGame. 2015. Disponível em: . Acesso em: 26 jun. 2016.

CANTERI, Rafael dos Passos. Diretrizes para o Design de Aplicações de Jogos Eletrônicos para Educação Infantil de Surdos. 2014. 39 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Informática, Setor de Ciências Exatas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014. Disponível em: . Acesso em: 26 jun. 2016.
Publicado
02/12/2019
Como Citar

Selecione um Formato
DO NASCIMENTO, Igor Victor Lucena; FALCÃO, Taciana Pontual . Um Jogo para Dispositivos Móveis com o Objetivo de Auxiliar a Aprendizagem de Libras, ELiS e Português. In: CONGRESSO SOBRE TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO (CTRL+E), 4. , 2019, Recife. Anais do IV Congresso sobre Tecnologias na Educação. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, dec. 2019 . p. 644-650. DOI: https://doi.org/10.5753/ctrle.2019.8944.