Utilizando Métricas de Qualidade na Avaliação de uma Aplicação para Cidades Inteligentes

  • Alexandre Aragão UFMA
  • Nathyane Moreno UFMA
  • Davi Viana UFMA
  • Francisco Silva UFMA
  • Tercio Sousa UFMA
  • Luis Rivero UFMA
  • Ariel Teles IFMA
  • Arlindo da Conceição UNIFESP
  • Inaldo Costa ITA

Resumo

Diversas aplicações de software vêm modificando o estilo de vida das pessoas em aspectos tecnológicos e sociais. Um conjunto dessas aplicações possibilitam a criação das chamadas Cidades Inteligentes (CIs). Assim como qualquer outro tipo de aplicação, estas aplicações precisam ser avaliadas para garantir uma qualidade adequada e fornecer uma melhor experiência aos usuários. Contudo, aplicações no contexto de CIs podem conter caracterı́sticas tecnológicas especı́ficas que não são avaliadas em aplicações tradicionais, tais como aspectos de interoperabilidade e mudança de contexto da aplicação de acordo com a alteração do ambiente do usuário. Desta forma, este artigo apresenta um estudo sobre a avaliação de duas caracterı́sticas de qualidade relevantes para CIs (sensibilidade ao contexto e calmness). Adicionalmente, apresentamos uma discussão sobre essas caracterı́sticas e suas métricas em relação aos aspectos humanos da interação com a aplicação.

Referências

AgBrasil (2019). Brasil é 5 o paı́s em ranking de uso diário de celula- res no mundo. Acessado em: 25 de fevereiro de 2019. Disponı́vel em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-01/brasil-foi-5o-pais-em-ranking- de-uso-diario-de-celulares-no-mundo.

Arasteh, H., Hosseinnezhad, V., Loia, V., Tommasetti, A., Troisi, O., Shafie-Khah, M., and Siano, P. (2016). Iot-based smart cities: a survey. In 2016 IEEE 16th International Conference on Environment and Electrical Engineering (EEEIC), pages 1–6. IEEE.

Atzori, L., Iera, A., and Morabito, G. (2010). The Internet of Things: A survey. Computer Networks, 54(15):2787–2805.

Bakıcı, T., Almirall, E., and Wareham, J. (2013). A smart city initiative: the case of barcelona. Journal of the Knowledge Economy, 4(2):135–148.

Carvalho, R. M., de Castro Andrade, R. M., and de Oliveira, K. M. (2018). Aquarium - a suite of software measures for hci quality evaluation of ubiquitous mobile applications. Journal of Systems and Software, 136:101 – 136.

Chourabi, H., Nam, T., Walker, S., Gil-Garcia, J. R., Mellouli, S., Nahon, K., Pardo, T. A., and Scholl, H. J. (2012). Understanding smart cities: An integrative framework. In 2012 45th Hawaii international conference on system sciences, pages 2289–2297.

Darin, T., Barbosa, J., Rodrigues, B., and Andrade, R. (2016). Greatroom: Uma aplicação android baseada em proximidade para a criação de salas virtuais inteligentes. In Workshop de Ferramentas e Aplicações (WFA). WebMedia 2019.

Dey, A. K. (2001). Understanding and using context. Personal Ubi. Computing, 5(1):4–7.

Hernández-Muñoz, J. M., Vercher, J. B., Muñoz, L., Galache, J. A., Presser, M., Gómez, L. A. H., and Pettersson, J. (2011). Smart cities at the forefront of the future internet. In The future internet assembly, pages 447–462. Springer.

Jagadish, H., Gehrke, J., Labrinidis, A., Papakonstantinou, Y., Patel, J. M., Ramakrishnan, R., and Shahabi, C. (2014). Big data and its technical challenges. Communications of the ACM, 57(7):86–94.

Koscianski, A. and Soares, M. S. (2007). Qualidade de Software. Novatec, São Paulo, 2 edition.

Larrucea, X., Combelles, A., Favaro, J., and Taneja, K. (2017). Software engineering for the internet of things. IEEE Software, 34(1):24–28.

Maia, R., Andrade, R., Oliveira, K., Santos, I. D. S., and Bezerra, C. I. M. (2016). Quality characteristics and measures for human–computer interaction evaluation in ubiquitous systems. Software Quality Journal.

Riekki, J., Isomursu, P., and Isomursu, M. (2004). Evaluating the calmness of ubiquitous applications. volume 3009, pages 105–119.

Zambonelli, F. (2017). Key abstractions for iot-oriented software engineering. IEEE Software, (1):38–45.
Publicado
2019-07-04
Como Citar
ARAGÃO, Alexandre et al. Utilizando Métricas de Qualidade na Avaliação de uma Aplicação para Cidades Inteligentes. Anais do Workshop sobre Aspectos Sociais, Humanos e Econômicos de Software (WASHES), [S.l.], p. 51-60, jul. 2019. ISSN 2763-874X. Disponível em: <https://sol.sbc.org.br/index.php/washes/article/view/6409>. Acesso em: 18 maio 2024. doi: https://doi.org/10.5753/washes.2019.6409.