Um Estudo sobre Turnover em Empresas de TI Embarcadas no Porto Digital de Recife

  • Cleidiane Nunes SOFTEX RECIFE
  • Ivaldir Júnior UFPE

Resumo

A gestão de pessoas no mundo contemporâneo vem passando por diversas mudanças, desde o avanço tecnológico que modifica a forma de trabalho de diversos cargos, bem como o acesso rápido as informações. Além disso, existe a competitividade global proporcionada pela internet em busca de novos talentos ou especialistas em determinadas áreas de conhecimento. Ou seja, globalização pode ser entendida como um processo econômico e social que estabeleceu uma integração entre os países e as pessoas do mundo. Neste sentido, o objetivo geral desta pesquisa é reunir boas práticas que auxiliem na redução do turnover dos colaboradores nas organizações. Para alcançar este objetivo, a metodologia utilizada nesta pesquisa foi uma revisão de literatura em conjunto com uma pesquisa qualitativa com 46 gestores pertencentes a 43 empresas embarcadas no Porto Digital. O instrumento de coleta utilizado foi um questionário online semiestruturado com perguntas abertas e fechadas. Com base nos resultados obtidos dos participantes, espera-se contribuir para uma melhor gestão de pessoas dentro das organizações através da explicitação das boas práticas sobre turnover recomendadas pela pesquisa em voga.

Referências

ARAUJO, Luis César G de. Gestão de Pessoas – Estratégias e Integração Organizacional. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

ABBASI, S.M.; HOLLMAN, K. W. Turnover: The real bottom line. Public Personnel Management, v.29, n.3, 2000.

ANG, S. and Slaughter, S. (2004) Turnover of information technology professionals: the effects of internal labor market strategies. ACM SIGMIS Database, v. 35, n. 3, p. 11- 27.

ASSESPRO. RETENÇÃO DE TALENTOS É UM DOS MAIORES DESAFIOS DA TI EM 2019. Disponível em: http://www.assespro-rs.org.br/retencao-de-talentos-e-um- dos-maiores-desafios-da-ti-em-2019/ Acessado em 23 de janeiro de 2019.

BORGES, Mara Santos; RAMOS, Noézia Maria. Turnover: uma consequência de estratégias ineficientes de gestão empresarial. VIII Convibra, 2011.

BOHLANDER, George W. et al. Administração de Recursos Humanos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003.

CALISIR, F.; GUMUSSOY, C.A.; ISKIN, I. Factors affecting intention to quit among IT professionals in Turkey. Personal Review, v.40, n. p. 514-533, 2011.

CARLOS, Rafael Luiz Alfaia, 2010 Disponivel em: http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/o-ambiente-de-trabalho- comomotivacao-e-diferencial-entre-empresas/50309/ acesso em 26/06/2018.

CHIAVENATO, I. Recursos humanos: ed. Compacta, 7 ed. São Paulo: Atlas, 2002.
DIAS, E. https://www.dicionariofinanceiro.com/turnover/ acesso em 06/05/2019

FELPS, Will et al. Turnover contagion: How coworkers' job embeddedness and job search behaviors influence quitting. Academy of Management Journal, v. 52, n. 3, p. 545-561, 2009.

GOMES, C.F. S; SILVA, R.A. Avaliações das práticas de gestão de pessoas no segmento de tecnologia da informação (TI). 2014.

HERMAN, R. Como manter os bons funcionários: estratégias para solucionar o grande problema de recursos humanos da década. São Paulo: Marron Books, 1993.

JOSKO, João Marcelo Borovina et al. Gestão de pessoas em tecnologia da informação: uma visão perspectiva das abordagens. 2004.

LUCENA, Maria Diva da salete. Planejamento de recursos humanos. São Paulo: Atlas, 1995.

MAYO, Andrew. O valor humano da empresa: valorização das pessoas como ativos. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2003.

MARRAS, J.P. Administração de recursos humanos: do operacional ao estratégico. São Paulo: Futura, 2000.

MOBLEY, William H. Turnover: Causas, consequências e controle; tradução de Vânia Conde, Porto Alegre: Ortiz, 1992. Disponível em: http://www.convibra.com.br/upload/paper/adm/adm_2784.pdf acesso em 12/02/2018.

MONTEIRO, Luiz Eduardo dos Santos. Importância do plano de carreira e remuneração para a redução do turnover dentro das empresas: caso ELETROBRAS. 2012. Tese de Doutorado.

PELOSO, Ayslan Cavalcante; YONEMOTO, Hiroshi Wilson. Atração, desenvolvimento e retenção de talentos. ETIC-ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA-ISSN 21-76-8498, v. 6, n. 6, 2010.

SEBRAE. Rotatividade de colaboradores. Disponível http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ acessado em 26 de março de 2019. em:

SILVA, Elson Magno da. Os efeitos da liderança na retenção de talentos um estudo sobre comprometimento e turnover numa indústria petroquímica. 2006. Tese de Doutorado. Dissertação (Mestrado em Administração)–IBMEC. Rio de Janeiro.

SOUZA, R. M. Retenção de Talentos e sua Importância na Gestão de Recursos Humanos. 2011. 29 f. Monografia (Especialização em Recursos Humanos – Gestão de Pessoas e Competências). Centro Universitário Filadélfia, Unifil. Londrina, Pr., 2011.

TRINDADE, P. S. S. Retenção de Talentos. Porto Alegre, 2007.
Publicado
2019-07-04
Como Citar
NUNES, Cleidiane; JÚNIOR, Ivaldir. Um Estudo sobre Turnover em Empresas de TI Embarcadas no Porto Digital de Recife. Anais do Workshop sobre Aspectos Sociais, Humanos e Econômicos de Software (WASHES), [S.l.], p. 71-78, jul. 2019. ISSN 2763-874X. Disponível em: <https://sol.sbc.org.br/index.php/washes/article/view/6411>. Acesso em: 18 maio 2024. doi: https://doi.org/10.5753/washes.2019.6411.