Desenvolvimento de jogos 2D com Phaser e storytelling para fixação de conceitos fundamentais de programação

  • Jamille Silva Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano
  • Fábio Cristiano Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano
  • Danielle Martins Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano
  • Jorge de Oliveira Pereira Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano
  • Erik Neres Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano

Resumo


Este artigo analisa as contribuições do Phaser, um framework usado na criação de jogos, na aprendizagem de programação de computadores, considerando fixação de conhecimentos e motivação. Para isso, serão apresentadas vivências de ensino, nas quais, foram criados jogos, com enfoque maior na prática e contextualização, além de ludicidade, para auxiliar nesse aprendizado que contém dificuldades. Dessa forma, observou-se que seu uso contribuiu na fixação de conhecimentos em programação e na motivação dos estudantes.

Referências

ASCENCIO, Ana Fernanda Gomes; DE CAMPOS, Edilene Aparecida Veneruchi. Fundamentos da programação de computadores. Pearson Educación, 2008.

BLIKSTEIN, Paulo. (2008). O Pensamento Computacional e a Reinvenção do Computador na Educação. Disponível em: <http://bit.ly/1lXlbNn>. Acesso em: 22 jul. 2017.

ESTEVARENGO, Luiz Fernando. Desenvolvendo jogos mobile com HTML5. Novatec Editora, 2016.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas SA, 2008.

GREGOLIN, Maria do Rosario Valencise. A análise do discurso: conceitos e aplicações. ALFA: Revista de Linguística, v. 39, 1995.

JUNIOR, Muris Lage; GODINHO FILHO, Moacir. Adaptações ao sistema kanban: revisão, classificação, análise e avaliação. Gest. Prod., São Carlos, v. 15, n. 1, p. 173-188, 2008.

JUNIOR, D., NAKAMITI, G., ENGELBRECHT, A., & BIANCHI, F.. Algoritmos e programação de computadores. Elsevier Brasil, 2019.

LEBOWITZ, Josiah; KLUG, Chris. Interactive storytelling for video games: A player-centered approach to creating memorable characters and stories. Taylor & Francis, 2011.

PALACIOS, Fernando; TERENZZO, Martha. O Guia Completo do Storytelling. Alta Books Editora, 2016.

PHASER. Disponível em: < https://phaser.io/>. Acesso em: 29 mar. 2019.

PRODANOV, Cleber Cristiano; DE FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2ª Edição. Editora Feevale, 2013.

SOUZA, Draylson Micael; BATISTA, MH da S.; BARBOSA, Ellen Francine. Problemas e Dificuldades no ensino e na Aprendizagem de Programação: Um mapeamento sistemático. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 24, n. 1, p. 39-52, 2016.

WING, Jeannette M. Computational thinking. Communications of the ACM, v. 49, n. 3, p. 33-35, 2006.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
SILVA, Jamille; CRISTIANO, Fábio; MARTINS, Danielle; PEREIRA, Jorge de Oliveira; NERES, Erik. Desenvolvimento de jogos 2D com Phaser e storytelling para fixação de conceitos fundamentais de programação. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 471-480. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.471.