Um Relato de Experiência sobre o Uso do Pensamento Computacional para Potencializar o Ensino de Ciências na Rede Básica de Ensino

  • Thiago De Almeida Universidade Federal do Amazonas
  • Thais Castro Universidade Federal do Amazonas
  • Bruno Gadelha Universidade Federal do Amazonas

Resumo


O pensamento computacional é uma habilidade que para que os alunos adquiram é essencial que a mesma esteja aos currículos das disciplinas da escola, especialmente as correspondentes a temas de STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática). Atendendo a essa ideia, este trabalho consiste no planejamento e aplicação de atividades pedagógicas com alunos do 6º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública da cidade de Manaus. O principal objetivo foi o de ensinar rudimentos de programação e, ao mesmo tempo, reforçar o estudo de ecologia à disciplina curricular de Ciências Naturais. Para atingir uma abordagem mais rápida com feedback imediato usamos a linguagem de programação Scratch. Os resultados indicaram que existe uma relação positiva entre o ensino de rudimentos (lógica) de programação e o aumento do interesse dos alunos quando se associa um conteúdo tradicional a uma ferramenta tecnológica de ensino.

Referências

Borneli, J. Austrália começa substituir disciplinas por Programação nas escolas, 2015. Disponível em: https://conteudo.startse.com.br/mundo/juniorboneli/australiacomecasubstituir-disciplinas-de-historia-e-geografia-por-aulas-de-programacao/. Acessado em: 28 de março de 2017.

Bell, T.; Witten, I. e Fellows, M. (2011). “Computer Science Unplugged – Ensinando Ciência da Computação sem o uso do Computador”. Tradução de Luciano Porto.

Barreto, 2011. Disponível em: http://csunplugged.org/. Acesso em 02/02/2018.

Easterbrook, S. “From Computational Thinking to Systems Thinking: A conceptual toolkit for sustainability computing”. Proceedings of the 2nd International Conference on Information and Communication Technologies for 70 Anais do XXI Workshop de Informática na Escola (WIE 2015) CBIE-LACLO 2015 Sustainability (ICT4S’2014), Stockholm, Sweden, 24-27 August, 2014.

De Kereki, I. F. (2008). Scratch: Applications in computer science 1. Frontiers in Education Conference. FIE 2008. 38th Annual. IEEE.

Malan, D. J. & Leitner, H. H. (2007) Scratch for budding computer scientists. Proceedings do 38th SIGCSE’07, Kentucky, USA, 2007.

Martins, A. R. D. Q. (2012). Usando o Scratch para potencializar o pensamento criativo em crianças do ensino fundamental. Dissertação de Mestrado. UPF – RS.

Meerbaum-Salant, Orni, Michal Armoni, and Mordechai Ben-Ari (2013). Learning computer science concepts with Scratch. Computer Science Education 23.3: 239264.

Moraes, M. C. Informática Educativa No Brasil: Uma história vivida, algumas lições aprendidas. Revista Brasileira de Informática na Educação – Número 1 – 1997

PimentelL, M; Fuks, H (Org). Sistemas Colaborativos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

Richtel, M. Programação vira disciplina em escolas infantis nos EUA, 2014. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/tec/2014/05/1456608-programacao-vira disciplina-em-escolas-infantis-nos-eua.shtml.Acessado em: 20 de março de 2017.

Scaico, P. D., et al. (2013). Ensino de programação no ensino médio: Uma abordagem orientada ao design com a linguagem Scratch. RIBIE 21.02: 92.

Scaico, P. D., de Lima, A. A., da Silva, J. B. B., Azevedo, S., Paiva, L. F., Raposo, E. H.

S., ... & Mendes, J. P. (2012). Programação no ensino médio: uma abordagem de ensino orientado ao design com Scratch. In Anais do Workshop de Informática na Escola (Vol. 1, No. 1).

Silva, G.T. Da, Souza, J.L. De e Silva, L.A.M. Da (2016). Ferramenta Scratch para o Aprendizado de Programação no Ensino Fundamental I”, in Anais dos Workshops do V Congresso Brasileiro de Informática na Educação (CBIE).

Valente, J. A. Integração do pensamento computacional no currículo da Educação Básica: diferentes estratégias usa das e questões de formação de professores e avaliação do aluno. Revista e Curriculum, São Paulo, v.14, n.03, p. 864 - 897, 2016.

Vieira, A. Passos, O. and Barreto, R. (2013). Um Relato de Experiência do Uso da Técnica Computação Desplugada, in Anais de Workshop sobre Educação em Computação(WEI).

Von Wangenheim, C. G., Nunes, V. R., & dos Santos, G. D. (2014). Ensino de computaçao com scratch no ensino fundamental–um estudo de caso. Revista Brasileira de Informática na Educação, 22(3), 115-125.

Wing, J. M. (2006). Computational thinking. Communications of the ACM, 49(3), 3335.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
ALMEIDA, Thiago De; CASTRO, Thais; GADELHA, Bruno. Um Relato de Experiência sobre o Uso do Pensamento Computacional para Potencializar o Ensino de Ciências na Rede Básica de Ensino. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 657-666. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.657.