Uma Iniciativa de Formação Docente em Design Instrucional sob os enfoques de Design Thinking e Experiência do Usuário

  • César Augusto Bastos Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
  • Sean Siqueira Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Resumo


Nas salas de aula é muito comum ouvir alunos reclamando de aulas monótonas e com metodologias ultrapassadas; professores ainda reproduzem em sala o que seus professores fizeram décadas atrás. Novas abordagens se fazem necessárias serem discutidas e trabalhadas em cursos de formação de professores. Pesquisas sinalizam que a abordagem de Design Thinking (DT) e o foco na Experiência do Usuário (UX) podem contribuir para que bons resultados sejam alcançados considerando produtos, usuários e contexto, e possivelmente com professores e alunos. Desta forma, apresenta-se neste artigo uma iniciativa de formação de professores/tutores de EaD (Educação a Distância) em Design Instrucional (DI), usando DT e UX. Os relatos dos cursistas mostram, de um modo geral, um resultado positivo do estudo explicitando um ganho de qualidade no repensar o planejamento de DI, o que pode levar ao desenvolvimento de novas tecnologias que apoiem o processo.

Referências

Alves, F. P. (2015). O Planejamento de Atividades Gamificadas a partir de uma abordagem participativa do Design Instrucional em ambientes virtuais de aprendizagem. Dissertação (Mestrado em Educação) - em Educação do Instituto de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, 2015.

Araújo, F. S. (2014). Avaliação da experiência do usuário: uma proposta de sistematização para o processo de desenvolvimento de produtos. 2014. 238 p. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, Florianópolis, 2014.

Athayde, L.T.; Moreira, M. R.; Aguilar, J.H. (2017). Utilização da metodologia Design Thinking e estratégias de gamificação para reinventar a experiência com EAD. In Colóquio Internacional de Design 2017. Disponível em: < http://pdf.blucher.com.br.s3-sa-east-1.amazonaws.com/designproceedings/cid2017/66.pdf> Acesso em 03: julho 2019.

Bonini, L. A., Endo, G.B (2012). Design Thinking Uma Nova Abordagem da Inovação. In Biblioteca da Rede de Inovação 2012. Dispovível em: < http://www.redeinovacao.org.br/LeiturasRecomendadas/Design%20Thinking%20Uma%20Nova%20Abordagem%20da%20Inovacao.pdf> Acesso em: 04 julho 2019

Clark, D. (2014). “Por Design Instrucional Sistema e ADDIE?”. Disponível em <http://goo.gl/v5V2sA> Acesso em 03: julho 2019. 877

Demilis, M. P. Fatores Humanos no Design de serviços: Valoração de aspectos da experiência de consumo pelo público idoso em supermercados. Florianópolis, 2015. 135 p. Dissertação (Mestrado em Design) – Programa de Pós Graduação em Design – PPGDesign, Universidade do Estado de Santa Catarina, 2015.

Falcad, A. et al (2016). Design Instrucional: um comparativo de metodologias para definição de abordagem em mundo virtual. In Anais do SBIE 2018, pages 80-89.

Filatro, A. (2008). Design Instrucional na Prática. Person Education do Brasil. 173 p.

Garreta-Domingo M., Hernández-Leo D., Sloep P.B. (2018) Education, Technology and Design: A Much Needed Interdisciplinary Collaboration. In: Kapros E., Koutsombogera M. (eds) Designing for the User Experience in Learning Systems. Human–Computer Interaction Series. Springer, Cham

Garrido, F. et al (2018). Design instrucional orientado a artefatos: uma abordagem participativa e distribuída. In Anais do SBIE 2018, pages 258–267.

Josso, M. C. (2004). Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

Kane, M. (2019). Postsecondary Faculty Experiences with Design Thinking as a Framework for Instructional Development. In Northeastern University, ProQuest Dissertations Publishing, 2019. 13812665. Disponível em: <https://repository.library.northeastern.edu/files/neu:m044cb27z> Acesso em 10 de julho 2019.

Law, Effie Lai-Chong et al . Understanding, scoping and defining user experience: a survey approach. In:Proceedings of the SIGCHI Conference on Human Factors in Computing Systems . ACM, 2009. p. 719-728.

Matthews, M.T. & Yanchar, S.C. TechTrends (2018). “Instructional Design as Manipulation of, or Cooperation with, Learners?” in TechTrends, March 2018, Volume 62, Issue 2, pp 152–157. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11528-017-0245-6 Acesso em 10 de julho 2019.

Merino, G. S. A. D.; Metodologia para a prática projetual do design com base no projeto centrado no usuário e com ênfase no design universal. Florianópolis, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/128821/331968.pdf?sequence=1&isAllowed=y acesso em 06/01/2018

Norman, Donald (2002). The design of everyday things. Estados Unidos: Basic Books, 2002.

Oliveira, E. W. et al (2017). Uma Análise do Processo de Planejamento de Trabalhos em Grupo no Ensino Superior. In Anais do SBIE 2017, pages 1647-1656.

Ribeiro, A.C. et al (2011). Práticas Criativas na Web 2.0: a construção de um objeto de aprendizagem. In Anais do SBIE 2011, pages 313–320.

Santos, R., Santos, E. O. (2015). Pesquisando nos Cotidianos da Cibercultura: Uma Experiência de Pesquisa-Formação Multirreferencial. In Anais do SBIE 2015, pages 69-82.

Tracey, M.W. & Hutchinson (2019). “Empathic design: imagining the cognitive and emotional learner experience” in Association for Educational Communications and Technology 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11423-019-09683-2. Acesso em 12 julho 2019.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
BASTOS, César Augusto; SIQUEIRA, Sean. Uma Iniciativa de Formação Docente em Design Instrucional sob os enfoques de Design Thinking e Experiência do Usuário. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 869-878. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.869.