Recursos educacionais e abertura: Percepções e práticas docentes no ensino superior

  • Tel Amiel UnB
  • Robson Mesquita UnB
  • Andre Oddone UnB
  • Maria Esther Alexandre UnB
  • Gabriela Miguel UnB
  • Maria de Fátima Figuerôa UnB

Resumo


Este artigo apresenta o resultado de um levantamento sobre práticas e percepções de docentes quanto aos recursos educacionais que utilizam em suas disciplinas. O estudo, conduzido em uma Faculdade de Educação, visou compreender como os formadores de professores buscam, produzem e disponibilizam seus recursos educacionais, e suas relações com Práticas e Recursos Educacionais Abertos (PEA/REA). Os resultados apontam que docentes fazem uso do espaço digital para encontrar e disponibilizar recursos educacionais, no entanto, apontam receios quanto ao uso e reuso de recursos de terceiros. Discutimos como esses e outros resultados podem levar a oportunidades de formação no âmbito da educação aberta.

Referências

Allen, I. E., & Seaman, J. (2014). Opening the Curriculum: Open Educational Resources in US Higher Education, 2014. Babson Survey Research Group. Retrieved from https://eric.ed.gov/?id=ED572730

Amiel, T., & Duran, M. R. da C. (2015). Desafios do trabalho com recursos educacionais abertos na formação inicial docente. Revista EmRede, 2(2), 76–92.

Amiel, T., Gonsales, P., & Sebriam, D. (2018). Recursos Educacionais Abertos no Brasil: 10 anos de ativismo. EmRede, 5(2), 246–258.

Bagetti, S., Mussoi, E. M., & Mallmann, E. M. (2017). Fluência tecnológico-pedagógica na produção de Recursos Educacionais Abertos (REA). Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, 10(2), 185–205.

Craveiro, G., Machado, J., & Ortellado, P. (Eds.). (2008). O mercado de livros técnicos e científicos no Brasil: Subsídio público e acesso ao conhecimento. Retrieved from http://www.forum-global.de/jm/2008-2009/Relatorio%20Livrosportugues.pdf

de Almeida Pereira, A. M., & Alves, T. P. (2015). Recursos educacionais abertos: Produção, compartilhamento e restrição. Hipertextus, 13, 7–25.

Fettermann, J. V. (2014). Recursos educacionais abertos na formação do professorautor: Reflexões teóricas. LINKSCIENCEPLACE - Revista Científica Interdisciplinar, 1(2), 10–17.

Mallmann, E. M., Jacques, J. S., Mazzardo, M. D., Bagetti, S., & Lauermann, R. A. C. (2018). Autoria e coautoria como atos éticos e estéticos emergentes no movimento recursos educacionais abertos. EmRede-Revista de Educação a Distância, 5(1), 167–182.

Mazzardo, M. D., Nobre, A., & Mallmann, E. M. (2016a). Como aprender com recursos educacionais abertos? VII Congresso de Estilos de Aprendizagem. Retrieved from https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/6902/1/Como%20Aprender%20com%20Recursos%20Educacionais%20Abertos_.pdf

Mazzardo, M. D., Nobre, A., & Mallmann, E. M. (2016b). Small Open Online Course com Professores do Ensino Médio: Desafios para integrar REA nos materiais e atividades didáticas. Anais Do Workshop de Informática Na Escola, 22, 669. Retrieved from http://www.br-ie.org/pub/index.php/wie/article/view/6874

Nascimbeni, F., & Burgos, D. (2016). In Search for the Open Educator: Proposal of a Definition and a Framework to Increase Openness Adoption Among University Educators. The International Review of Research in Open and Distributed Learning, 17(6). https://doi.org/10.19173/irrodl.v17i6.2736

Rodés, V., Casas, A. P., Ochoa, X., & da Silveira, I. F. (2012). Percepciones, actitudes y prácticas respecto a los libros de texto, digitales y en formatos abiertos por parte de estudiantes de universidades de América Latina. Anais Dos Workshops Do Congresso Brasileiro de Informática Na Educação, 1.

Santos-Hermosa, G. (2014). ORIOLE, in the Search for Evidence of OER in Teaching. Experiences in the Use, Re-use and the Sharing and Influence of Repositories. Qualitative Research in Education, 3(2), 232–268.

Soares, Thiago, & Amiel, T. (2018). A abertura e seus descontentes: Desafios na adoção de arquiteturas de educação aberta no Brasil. Proceedings of the XIII Latin-American Conference on Learning Technologies. Presented at the LACLO, São Paulo. Retrieved from http://cleilaclo2018.mackenzie.br

Soares, Tiago, & Amiel, T. (2017). Recursos educacionais na Universidade Aberta do Brasil: Perspectivas e práticas. https://doi.org/10.5281/zenodo.1065516

Zancanaro, A., & Amiel, T. (2017). The academic production on open educational resources in Portuguese. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, 20(1). https://doi.org/10.5944/ried.20.1.16332
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
AMIEL, Tel; MESQUITA, Robson; ODDONE, Andre; ALEXANDRE, Maria Esther; MIGUEL, Gabriela; FIGUERÔA, Maria de Fátima. Recursos educacionais e abertura: Percepções e práticas docentes no ensino superior. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 879-888. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.879.