Metodologias ativas para o ensino da computação: uma revisão sistemática e um estudo prático

  • Amanda Körber Hartwig Universidade Regional de Blumenau
  • Marlei Silveira Universidade Regional de Blumenau
  • Leonardo Fronza Fundação Universidade Regional de Blumenau
  • Mauro Mattos Universidade Regional de Blumenau
  • Luciana P. de Araújo Kohler Universidade Regional de Blumenau

Resumo


A cultura digital crescente na vida cotidiana das pessoas vem influenciando a forma com que os indivíduos aprendem, consultam informações, participam de grupos e trocam experiências entre si. Com ela, a forma com a qual o aluno interage em sala de aula também está mudando, visto que ele tem as informações nos meios digitais, sendo assim tem-se a questão: qual é o papel da universidade ou do professor para o aluno se este aluno consegue as informações através de outros meios? A partir dessa questão, alguns autores trazem experiências, relatos e estudos na área de metodologias ativas aplicadas ao ensino de modo que o papel entre professor e aluno seja modificado. A partir das metodologias ativas, o aluno recebe o foco principal do ensino-aprendizagem, sendo o protagonista do aprendizado e o professor é o responsável por instiga-lo a aprender e a evoluir seu conhecimento através da informação disponível. Ocorre que, em meio a tanta informação, o professor também precisa se preparar para receber esse aluno e realizar aulas voltadas a eles de forma personalizada, na qual cada um desenvolverá mais as habilidades que lhes competem. Para isso, é importante o estudo das tecnologias de informação que auxiliam na prática do ensino híbrido, pois através delas as metodologias ativas são mescladas entre tecnologia e ensino presencial. Dessa forma, este artigo apresenta uma Revisão Sistemática da Literatura que identificou trabalhos na área de metodologias ativas e em seguida, os relaciona a área da Computação, abordando alguns exemplos de como coloca-las em prática.

Referências

Abdullah, A. and Yih, T. Y. (2014). Implementing learning contracts in a computer science course as a tool to develop and sustain student motivation to learn. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 123:256–265.

Bacich, L. and Moran, J. (2018). Metodologias Ativas para uma Educação Inovadora: Uma Abordagem Teórico-Prática. Penso.

Benlloch-Dualde, J., Buendía, F., and Cano, J. (2010). On the design of interactive classroom environments based on the tablet pc technology. In 2010 IEEE Frontiers in Education Conference (FIE), pages T4C–1–T4C–6.

Chen, G. and Weng, W. (2008). Reform and practice in teaching j2ee programming. In 2008 The 9th International Conference for Young Computer Scientists, pages 2507–2511.

Coldwell, J., Craig, A., and Goold, A. (2011). Using e technologies for active learning. Interdisciplinary journal of information, knowledge and management, 6:95–106.

de Oliveira Pinto, D. (2017). Entenda a importância e o papel das metodologias ativas de aprendizagem.

de Oliveira Pinto, D. (2019). O que é e como aplicar o ensino híbrido?

Drini, M. (2018). Using new methodologies in teaching computer programming. In 2018 IEEE Integrated STEM Education Conference (ISEC), pages 120–124.

Gouvea, E. P., Odagim, A. M., Shitsuka, D. M., and Shitsuka, R. (2015). Um trabalho de pesquisa ação com uso de metodologia ativa no ensino de tecnologia da informação. Educação, Gestão e Sociedade: revista da Faculdade Eça de Queirós, 5(20):13p.

Gudigantala, N. (2013). An active learning approach to teaching undergraduate introduction to mis course. In Proceedings of the Nineteenth Americas Conference on Information Systems, pages 1–9.

Jonsson, H. (2015). Using flipped classroom, peer discussion, and just-in-time teaching to increase learning in a programming course. In 2015 IEEE Frontiers in Education Conference (FIE). IEEE.

Krugel, J. and Hubwieser, P. (2017). Computational thinking as springboard for learning object-oriented programming in an interactive MOOC. In 2017 IEEE Global Engineering Education Conference (EDUCON). IEEE.

Mok, H. N. (2014). Teaching tip: The flipped classroom. Journal of Information Systems Education, 25(1):7–11.

Santos, N. S., Ferreira, L. S., and Prates, R. O. (2012). An overview of evaluation methods for collaborative systems. In 2012 Brazilian Symposium on Collaborative Systems, pages 127–135.

Virginia, T. (2016). O que é metodologia ativa e por que ela é tão importante em uma graduação.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
HARTWIG, Amanda Körber; SILVEIRA, Marlei; FRONZA, Leonardo; MATTOS, Mauro; KOHLER, Luciana P. de Araújo. Metodologias ativas para o ensino da computação: uma revisão sistemática e um estudo prático. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 1139-1143. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.1139.