Ensinando Operações Matemáticas com o Uso de Jogos Digitais no Ensino Fundamental

  • Sivaldo Joaquim UFAL
  • Wilk Oliveira USP

Resumo


A falta de motivação e o baixo desempenho dos estudantes da Educação Básica no domínio de Matemática têm sido um grande problema para comunidade acadêmica. Para ajudar a enfrentar esse problema, nesse artigo relatamos uma experiência de uso de jogos digitais na resolução de operações matemáticas com 83 estudantes do 2º ano e 3º ano do Ensino Fundamental I, visando verificar o impacto desses jogos na atitude dos estudantes. Como método de pesquisa, foi utilizada uma abordagem qualitativa com ênfase na observação participante. Dentre os principais resultados, observou-se uma maior interação e trabalho colaborativo entre os estudantes, bem como, uma melhora no seu engajamento e motivação.
Palavras-chave: Jogos Digitais, Operações Matemáticas, Ensino Fundamental

Referências


BACICH, Lilian; NETO, Adolfo Tanzi; DE MELLO TREVISANI, Fernando. (Orgs.).Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015.

BOSCARIOLI, Clodis; KAMINSKI, Marcia; JUNKERFUERBOM, Mayara Aline; RIBEIRO, Rhuan Guilherme T. A Experiência de Alunos de uma Escola Indígena nos Primeiros Contatos com Jogos Digitais de Matemática. In:Anais do Workshop de Informática na Escola.2017. p. 185.

BOUCHERVILLE, Gisele Cristina; VALENTE, José Armando. Mediação Didática e Métodos Inovadores de Ensino e Aprendizagem.REaD-Revista de Educação a Distância,v. 1, n. 1, p. 1-10, 2019.

BRANDÃO, Leônidas; FELIX, Igor; BRANDÃO, Anarosa; PEREIRA, Patrícia. Ensinando com jogos ou jogando com o ensino: a visão da comunidade brasileira de Informática na Educação sobre jogos no ensino de matemática. In: Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE).2018. p. 735.

BRASIL, Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular.Disponível em: Acesso em: 10 out. 2019.

BRASIL. Brasil no PISA 2015: análise e reflexões sobre o desempenho dos estudantes brasileiros. São Paulo: Fundação Santillana, 2016. BRINCANDO COM ARIÊ. Disponível em: Acesso em: 05 out. 2019.

CRESWELL, John W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto.3ª ed. –Porto Alegre: Artmed, 2010.

EDUCACROSS. Disponível em: . Acesso em: 22 mai. 2020.

FIGUEIREDO, Gislaine; NOBRE, Isaura; PASSOS, Marize Lyra Silva. Tecnologias computacionais na educação: Desafios na prática docente. In:Anais do Workshop de Informática na Escola.2015. p. 127.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social.6ª ed. –São Paulo: Atlas, 2012.

LAURINDO, Luis Eduardo Costa; DEMOURA, Ivan Rodrigues; DOS SANTOS, Matias Romário Pinheiro. Um Jogo Móvel Baseado em Localização para Motivar e Acompanhar Estudantes no Processo de Ensino Aprendizagem. RENOTE-Revista Novas Tecnologias na Educação,v. 17, n. 3, p. 163-172, 2019.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas.2ª ed. –Rio de Janeiro: E.P.U, 2013.

MACÊDO, Pedro; MOUTINHO, Mirele; SANTOS, Wylliams. Jogo digital como auxílio no estudo da matemática: Um estudo de caso com estudantes do ensino fundamental i. In: Anais do Workshop de Informática na Escola.2017. p. 548.

OLIVEIRA, Wilk; JOAQUIM, Sivaldo. (2020). A Influência dos Jogos Educativos Analógicos e Digitais Interação Social dos Estudantes. In Anais do Workshop de Informática na Escola.

OLIVEIRA, Wilk; JOAQUIM, Sivaldo; ISOTANI, Seiji. (2020). Avaliação de jogos educativos: Desafios, oportunidades e direcionamentos de pesquisa. In Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital (SBGames).

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT. PISA 2015 results (Volume I): Excellence and equity in education.OECD Publishing, 2016.

PAULA, Bruno Henrique de; VALENTE, José Armando. Jogos digitais e educação: uma possibilidade de mudança da abordagem pedagógica no ensino formal.Revista Ibero-americana de Educação,v. 70, n. 1, p. 9-28, 2016.

PERRY, Mark. Distributed cognition. HCI models, theories, and frameworks: Toward a multidisciplinary science,p. 193-223, 2003.

ROCHA SEIXAS, Luma; GOMES, Alex Sandro; DE MELO FILHO, Ivanildo José. Effectiveness of gamification in the engagement of students.Computers in Human Behavior,v. 58, p. 48-63, 2016.

SANTANA, Sivaldo Joaquim de; OLIVEIRA, Wilk. Jogos Educacionais como Ferramenta de Auxílio ao Processo de Alfabetização. In:Anais do Workshop de Informática na Escola.2019. p. 148.

SANTANA, Sivaldo; SANTOS, Wilk Oliveira. Jogos Educativos no Ensino de Matemática: Qual a Melhor Abordagem? In:Anais do Workshop de Informática na Escola.2018. p. 80.

SANTOS, Wilk Oliveira; SANTANA, Sivaldo Joaquim. Os Jogos Digitais São Realmente Melhores que os Jogos Tradicionais para Ensinar Matemática? Uma Análise sob a Concentração dos Estudantes.RENOTE-Revista Novas Tecnologias na Educação,v. 16, n. 1, 2018.

Publicado
24/11/2020
Como Citar

Selecione um Formato
JOAQUIM, Sivaldo; OLIVEIRA, Wilk. Ensinando Operações Matemáticas com o Uso de Jogos Digitais no Ensino Fundamental. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 26. , 2020, Evento Online. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2020 . p. 71-80. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2020.71.