Aprendizagem baseada em jogos: experiência no ensino de Física

  • Isadora Nascimento Instituto Federal do Rio Grande do Norte
  • Quezia Sousa Instituto Federal do Rio Grande do Norte
  • Edicarlos Batista Instituto Federal do Rio Grande do Norte
  • Messias Santos Instituto Federal do Rio Grande do Norte
  • Francisco Silva Instituto Federal do Rio Grande do Norte

Resumo


A Aprendizagem Baseada em Jogos desenvolveu uma reputação entre os educadores, sendo percebida como uma forma atrativa de aprendizagem suplementar, com potencial de proporcionar melhorias no processo educacional, abrangendo os diferentes níveis de ensino. Este artigo apresenta um relato de experiência quanto ao uso de jogos para o ensino da física. O estudo foi realizado entre estudantes do ensino médio para verificar o potencial deste recurso para implementar melhorias no ensino e aprendizagem. Ao fim do estudo, verificou-se boa aceitação das atividades pelo corpo discente, aumento de rendimento, bem como resultados positivos no que diz respeito a assimilação dos conteúdos e participação dos alunos.

Referências

Bordini, A. et al. (2017) “Pensamento Computacional nos ensinos fundamental e médio: uma revisão sistemática”, In: Congresso brasileiro de informática na educação, 6., 2017, Recife. Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação. Recife: Sociedade Brasileira de Computação. p. 123-132.

Costa, T.; Verdeaux, M. (2016) “Gamificação de materiais didáticos: uma proposta para a aprendizagem significativa da modelagem de problemas físicos”, Experiências em ensino de ciências, Brasília, v. 11, n. 2, p.60-105.

Hainey, T., Connolly, T. M., Boyle, E. A., Wilson, A., e Razak, A. (2016) “A systematic literature review of games-based learning empirical evidence in primary education”. Computers & Education, 102, 202 – 223, 2016. DOI: 10.1016/j.compedu.2016.09.001

Kapp, K. M. (2012) The Gamification of Learning and Instruction: Game-based Methods and Strategies for Training and Education, 1st Edition, Pfeiffer.

Martins, R.; Reis, R.; Marques, B. (2016) “Inserção da programação no ensino fundamental: Uma análise do jogo Labirinto Clássico da Code.org através de um modelo de avaliação de jogos educacionais”, In: Congresso brasileiro de informática na educação, 5., 2016, Uberlândia. Anais do XXII Workshop de Informática na Escola. Uberlândia: Sociedade Brasileira de Computação, p. 121-130.

Medeiros, A.; Medeiros, C. F. (2002) “Possibilidades e limitações das simulações computacionais no ensino da física”, Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 24, n. 2, p.77-86.

Medeiros, T. et al. (2018). “Um Mapeamento e Avaliação de Jogos Digitais para Ensino de Matemática”. Anais do III Congresso Sobre Tecnologias na Educação (CTRL+E 2018), Fortaleza/CE, p. 381 – 391.

Pietruchinski, M., Coelho Neto, J., Malucelli, A. e Reinehr, S. (2011), “Os jogos educativos no contexto do SBIE: uma revisão sistemática de literatura”. In: Congresso brasileiro de informática na educação. Anais do XXII Simpósio Brasileiro de Informática Educacional. Aracaju/SE: Sociedade Brasileira de Computação, p.476-485

Prensky, M. (2012). Aprendizagem Baseada em Jogos Digitais. São Paulo: Senac.

Ramos, H. (2014) “Pensamento Computacional na Educação Básica: uma proposta de aplicação pedagógica para alunos do quinto ano do Ensino Fundamental do Distrito Federal”. Monografia (Licenciatura) - Curso de Computação, Departamento de Ciência da Computação, Universidade de Brasília, Brasília.

Santana, A. et al. (2017) “Tem Ideia na Rede: Inserindo o Pensamento Computacional na Rede Municipal de Ensino”, In: Congresso brasileiro de informática na educação, 6., 2017, Recife. Anais XXIII Workshop de Informática na Escola. Recife/PE: Sociedade Brasileira de Computação, p. 1032-1041.

Savi, R. et al. (2010) “Proposta de um Modelo de Avaliação de Jogos Educacionais”, Renote, Porto Alegre, v. 8, n. 3, p.1-12.

Viana, L. H. et al. (2015) “Tecendo novos métodos de ensino e avaliação: utilizando o Game Angry Birds Rio no ensino de Física”, In: Encontro de iniciação à docência da UEPB, 5., 2015, Campina Grande. Anais... Campina Grande: Realize.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
NASCIMENTO, Isadora; SOUSA, Quezia; BATISTA, Edicarlos; SANTOS, Messias; SILVA, Francisco. Aprendizagem baseada em jogos: experiência no ensino de Física. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 414-423. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.414.