EcosAR: simulador de ecossistemas utilizando realidade aumentada

  • Rodrigo Pereira Universidade Regional de Blumenau
  • Dalton Reis Universidade Regional de Blumenau
  • Roberta Andressa Pereira Universidade Regional de Blumenau
  • Mauricio Lopes Universidade Regional de Blumenau

Resumo


Este artigo apresenta o EcosAR, aplicativo que tem como objetivo simular ecossistemas utilizando as tecnologias de Realidade Aumentada e Interfaces de Usuário Tangível. A atividade de simular ecossistemas utilizando estas tecnologias possibilita ao usuário a observação e controle de fenômenos naturais como o ciclo da água, o ciclo de vida das árvores, vento e temperatura. O aplicativo foi desenvolvido utilizando o motor gráfico Unity e com a biblioteca Vuforia. Foram realizados testes de funcionalidade e com acadêmicos do curso de Ciências Biológicas, os quais responderam um questionário. Os resultados indicaram a viabilidade de aplicação dessas tecnologias na simulação de ecossistemas, bem como identificaram possibilidades de melhorias no aplicativo.

Referências

ALDRICH, Clark. The complete guide to simulations and serious games. San Francisco: Pfeiffer, 2009. 576 p.

BROSVISION. Augmented Reality Marker Generator. 2019. Disponível em: <http://www.brosvision.com/ar-marker-generator/>. Acesso em: 1 jun.2019.

CARAPETO, Cristina. Ecossistemas de Transição. São Paulo: Leya, 2016. 128 p.

COELHO, Pinto; MOTTA, Ricardo. Fundamentos em ecologia. [s. L.]: Artmed Editora, 2009. 252 p.

FERREIRA, T. S. D. et al. AdventureSECO: Jogo Educacional para o Ensino de Conceitos sobre Ecossistemas de Software. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 2018. Proceedings…. Fortaleza(CE): SBIE, 2018.

FRANÇA, Carlos R.; SILVA, Tatiana da. A utilização da Realidade Virtual e Aumentada no Ensino de Ciências no Brasil. [2017?], 18f, Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

GREIS, Luciano Kercher; REATEGUI, Eliseo. Um Simulador Educacional para Disciplina de Física em Mundos Virtuais. Renote: Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 8, n. 2, p.1-10, jul. 2010.

O’KANE, James F.; TAYLOR R.; SPENCELEY J.R. Simulation as an essential tool for advanced manufacturing technology problems. Journal Of Materials Processing Technology. [s. L.], v.107, p. 412-424. nov. 2000.

KIRNER, Claudio et al. Fundamentos e Tecnologia de Realidade Virtual e Aumentada. Belém, PA: [s.n.], 2006.

KIRNER, Claudio; SISCOUTTO, Robson. Realidade Virtual e Aumentada: Conceitos, Projeto e Aplicações. Petrópolis, RJ: [s.n.], 2007.

ODUM, Eugene P. Ecologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 1988.434 p.

REIS, Alessandro Vieira dos; GONÇALVES, Berenice dos Santos. Interfaces Tangíveis: Conceituação e Avaliação. Estudos em Design, Rio de Janeiro, v. 24, n. 2, p.92-111, 2016.

RICKLEFS, Robert E. A Economia da Natureza. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2010. 572 p. 558

ROMÃO, Viviane Pellizzon Agudo; GONÇALVES, Marília Matos. Realidade Aumentada: Conceitos e Design. Unoesc & Ciência, Joaçaba, v.4, n.1, p.23-34, 2013.

TORGA, Bruno Lopes Mendes. Modelagem, Simulação e Otimização em Sistemas Puxados de Manufatura. 2007. 152 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia de Produção, Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2007.

ULLMER, Brygg; ISHII, Hiroshi. Emerging frameworks for tangible user interfaces. In: CARROL, John M. (Ed.). Human-Computer Interaction in the New Millennium. Ann Arbor, MI, U.S.A: University of Michigan. Ann Arbor, 2001. p. 579-601.

VIGLIO, José Eduardo; FERREIRA, Lúcia da Costa. O conceito de ecossistema, a ideia de equilíbrio e o movimento ambientalista. Caderno Eletrônico de Ciências Sociais, Vitória, v. 1, n. 1, p.1-17, 2013. 559
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
PEREIRA, Rodrigo; REIS, Dalton; PEREIRA, Roberta Andressa; LOPES, Mauricio. EcosAR: simulador de ecossistemas utilizando realidade aumentada. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 550-559. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.550.