Tecnologia e Conhecimento - Pessoas e Protagonismos: um relato de experiência extensionista

  • Silvana Maria Carbonera UFPR
  • Andreia Jesus UFPR
  • Alexander Robert Kutzke UFPR
  • Izabel do Rocio Costa Ferreira UFPR

Resumo


O objetivo deste artigo é descrever as ações e atividades realizadas na primeira edição do Projeto de Extensão universitária “Construindo Saberes com o Uso de Tecnologia”, do Setor de Educacação Profissional e Tecnológica, da Universidade Federal do Paraná. O Projeto tem por principal finalidade promover o uso consciente da tecnologia em processos educativos, no ambiente escolar, para enfrentamento e superação de vulnerabilidades. Finalizado o primeiro ano de realização do Projeto, constata-se que o acesso a tecnologias digitais e o letramento em tal aspecto são insuficientes para a Inclusão Socio digital dos atores sociais da escola pública da região de Curitiba, pois é necessário também desenvolver habilidades e competências com relação ao uso dessas tecnologias e conhecimento para utilizá-las com segurança, ética e autonomia.

Referências

Brasil (2000). Parâmetros curriculares nacionais. http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/14_24.pdf. Acesso em 17 junho de 2019.

FORPROEX (2012). Fórum de pró-reitores de extens˜ao das universidades públicas brasileiras. política nacional de extens˜ao universitária. http://www.renex.org.br;/documentos/2012-07-13-Politica-Nacional-deExtensao.pdf. Acesso em 17 junho de 2019.

Gadotti, M., Freire, P., and Guimaraes, S. (2008). Pedagogia: diálogo e conflito. Editora Cortez, 3a edition.

Monteiro, S. R. d. R. P. (2011). O marco conceitual da vulnerabilidade social. Sociedade em Debate, 17(2):29–40.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
CARBONERA, Silvana Maria; JESUS, Andreia; KUTZKE, Alexander Robert; FERREIRA, Izabel do Rocio Costa. Tecnologia e Conhecimento - Pessoas e Protagonismos: um relato de experiência extensionista. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 917-924. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.917.