Desenvolvimento de Aplicativo para Ensino de Língua Portuguesa

  • Heloneida Coelho Instituto Federal do Amapá
  • Olavo Brito Neto Instituto Federal do Amapá

Resumo


Os aplicativos educacionais podem estimular o interesse do aluno e contribuir no método de ensino aprendizagem. Sabe-se que os alunos utilizam muito os equipamentos portáteis, e que estes podem ser utilizados às boas práticas pedagógicas. Este artigo apresenta o desenvolvimento de um aplicativo educacional para o ensino da Língua Portuguesa, baseado na ferramenta Android, como forma de incentivar o uso de tecnologia na educação. A metodologia adotada envolveu um breve estudo bibliográfico acerca do tema e o desenvolvimento de um protótipo de aplicativo para dispositivo móvel. O estudo se mostra plausível, por demonstrar que os aplicativos são relevantes, e podem contribuir com o sistema educacional.

Referências

Morais, Arthur Gomes. (1998) Ortografia: ensinar e aprender. São Paulo; Ática,.

Van Dijck, J. (2006) Picturizing science: The science documentary as multimedia spectacle. International Journal of Cultural Studies, vol. 9, n. 5.

Tavares, Neide Rodriguez Barea. (2002) História da informática educacional no Brasil observada a partir de três projetos públicos. São Paulo: Escola do Futuro. Disponível em: <http://www.lapeq.fe.usp.br/textos/te/tepdf/neide.pdf>. Acesso em 15 de Maio de 2019.

Kaminski, Paulo Carlos, (2012) Desenvolvendo produtos planejamento, criatividade e qualidade. Rio de Janeiro LTC.

Passini, L. H. S. and Campos, G. H. B. (2004). A rota da aprendizagem: seriam os games uma via?. In VII Congresso Brasileiro de Informática na Educação (CBIE 2018), Anais do XXIX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE 2018). Disponível em: <http://dx.doi.org/10.5753/cbie.sbie.2018.1771>. Acesso em 18 de Setembro de 2019.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
COELHO, Heloneida; BRITO NETO, Olavo. Desenvolvimento de Aplicativo para Ensino de Língua Portuguesa. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 1164-1168. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.1164.