Análise da prática docente com rede social educativa na disciplina de Programação Orientada a Objeto

  • Elias Vidal Bezerra Junior IFTO
  • Alex Sandro Gomes UFPE
  • Flávia Veloso Costa Souza UFPB
  • Socorro Vânia Lourenço Alves UFPE

Resumo


Este artigo analisa a prática de ensino de programação orientada a objeto mediado por tecnologia de rede social educativa Redu. O objetivo do estudo foi descrever as práticas docentes e obter uma avaliação qualitativa de sua efetividade. Foi adotado um método qualitativo com entrevistas, observações e observações online. Os resultados mostram indícios de uma prática efetiva e bem estruturada em termos de ações e das atividades docentes.

Referências

Anquan, J.; Yuqing, L.; Bailiang, C.; Jihua, Y.; Jie, Z. (2010), The Education Reform and Innovation of Object oriented Programming Course in Normal University, The 5th International Conference on Computer Science & Education. IEEE. Computer Science & Education, Hefei, China. August 24–27, 2010.

Cho, H., Gay, G., Davidson, B., e Ingraffea, A. R. (2007). Social networks, communication styles, and learning performance in a cscl community. Computers & Education, 49(2), p. 309–329.

Claudeivan, L. C. (2011). Análise das práticas docentes de planejamento e mediação em redes sociais no ensino médio. Dissertação (mestrado profissional). Universidade Federal de Pernambuco, CIn, Pós graduação em Ciência da Computação, Recife PE.

Gadotti, M.(2000). Perspectivas atuais da educação. Porto Alegre: Ed. Artes Médicas.

Gomes A. S.; Souza, F. V. C.; Abreu, J. A. B.; Lima L. C. C.; Melo, C. A.; Paiva, G. L.; Duarte, A. P. (2011), Colaboração, Comunicação e Aprendizagem em Rede Social Educativa, In Xavier A. C. (Ed.) Hipertexto e Cibercultura: links com a literatura, a publicidade, o plágio e as redes sociais educacionais, São Paulo: Respel.

Gomes, A. S., Rolim, A. L., Silva, W. M. (Eds.). (2012), Educar com o Redu, Recife: Redu Educational Technology, 103 p. ISBN 978-85-415-0037-1 Recife: Redu, Educational Technology.

Haythornthwaite, C. (2002). Building social networks via computer networks: Creating and sustaining distributed learning communities. In K. A. Renninger & W. Shumar (Eds.), Building virtual communities: learning and change in cyberspace (p. 159–190). Cambridge: Cambridge University Press.

Holland, S. Griffihs, R., Woodman, M., Avoiding object misconceptions, ACM SIGCSE Bulletin, Vol. 29, No. 1, 1997, pp. 131-134.

Kenski, V. M. (2003). Tecnologia e as Alterações no Espaço e Tempo de Ensinar e Aprender. São Paulo: Papirus.

LI, Longshu, XU, Yi. 2010. The Teaching Research on a Case of Object-Oriented Programming. The 5th International Conference on Computer Science & Education. IEEE.

Liu, L. Liu, J. Zhuang, H. Zhaoqing, W.. (2009), LCM Exploration and Practice, In OOP Teaching. Scalable Computing and Communications; Eighth International Conference on Embedded Computing, 2009. SCALCOM-EMBEDDEDCOM'09. International Conference on. IEEE. 25-27 Sept. 2009.

Lopes, Mauricio Capobianco. iPOO: uma metodologia para o ensino introdutório de orientação a objetos. Seminário de Informática RS (SEMINFO RS'2007). I WEI Tchê Workshop sobre Educação em Informática.

Melo, C. A. Scaffolding of Self-Regulated Learning in Social Networks, Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação) — Universidade Federal de Pernambuco, 120 p., 2010.

Moore, M. (2007). Educação a distância: uma visão integrada. Michael G. Moore, Greg Kesrley. Tradução Roberto Galman. São Paulo: Thomson Learning.

Queiroz, D. N. (2010). Desenvolvimento de um componente de visualização de informação para a plataforma de ensino a distância Amadeus. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência da Computação), 51 p., Universidade Federal de Pernambuco, Recife – PE.

Queiroz, T. L. A (2011). Redes Sociais: a concepção dos professores sobre as possibilidades de uso na Educação. X Congresso Nacional de Educação I Seminário Internacional de Representações sociais, subjetividade e educação SIRSSE. Curitiba/PR.

Rais, Aimi Elliyana, Sulaiman, Shahida, Syed-Mohamad, Sharifah Mashita. 2011. Game-based Approach and its Feasibility to Support the Learning of Object-Oriented Concepts and Programming. Malaysian Conference in Software Engineering (MySEC). IEEE.

Silva, A. P. S. S.; Cogo, A. L. P. (2007). Aprendizagem de punção venosa com objeto educacional digital no curso de graduação em enfermagem. Revista Gaúcha de Enfermagem. Porto Alegre/RS, v. 28, n. 2, p.185-192.
Tardiff, M. e Lessard C. O. (2008) Trabalho Docente-Elementos para uma Teoria da Docência como Profissão de Interações Humanas. Petrópolis/RJ: Editora Vozes.

Tori, R. (2008). Cursos híbridos ou blended learning. In: Educação a distância: O Estado da Arte, Ed. São Paulo: PEARSON.

Xinogalos, S., Sartatzemi, M., Dagdilelis, V., Evangelidis, G. (2006). Teaching OOP with BlueJ: A case study. Proceedings of the Sixth International Conference on Advanced Learning Technologies (ICALT'06), IEEE.
Publicado
25/11/2013
Como Citar

Selecione um Formato
BEZERRA JUNIOR, Elias Vidal; GOMES, Alex Sandro; SOUZA, Flávia Veloso Costa; ALVES, Socorro Vânia Lourenço. Análise da prática docente com rede social educativa na disciplina de Programação Orientada a Objeto. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 19. , 2013, Campinas. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2013 . p. 11-20. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2013.11.