Desenvolvimento da Aprendizagem Significativa de Eletricidade com o Auxílio Pedagógico de Simulação Computacional de Circuitos de Resistores Elétricos

  • Mario Jorge Nunes Costa SEDUC
  • Júlio Wilson Ribeiro UFC
  • Ubaldo Tonar Teixeira Góes SEDUC
  • Luciana de Lima UFC
  • Ricardo Diniz Souza e Silva UFC

Resumo


O cenário atual da educação demanda reformulação das propostas pedagógicas de ciências, face baixos índices de aprendizagem observados. Este artigo propõe o uso pedagógico de software de simulação computacional de circuitos de resistores elétricos resistivos, em uma prática investigativa, para auxiliar alunos de nível médio a desenvolverem colaborativamente a aprendizagem significativa ausubeliana de conceitos de eletricidade. Da análise dos resultados coletados decorrentes das atividades de simulação, é possível concluir que os alunos revelaram indícios de desenvolvimento de competências e habilidades, além de haverem estabelecido inter-relações entre teoria e prática.

Referências

Almeida, M. E. B.; Valente, J. A. Tecnologias e currículo: trajetórias convergentes ou divergentes? São Paulo: Editora Paulus, 2011.

Ausubel, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano Edições Técnicas, 2003.

Cachapuz, A.; Gil-Perez, D.; Carvalho, A. M. P; Praia, J.; Vilches, A. (Orgs.). A Necessária Renovação do Ensino das Ciências. São Paulo: Cortez Editora, 2005.

Carvalho, A. M. P.; Gil-Perez, D. Formação de Professores de Ciências: tendências e inovações- coleção questões da nossa época. São Paulo: Cortez, 2006.

Costa, M. J. N. Realização de prática de física em bancada e simulação computacional para promover o desenvolvimento da aprendizagem significativa e colaborativa, Fortaleza, 2013. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Ceará.

Dorneles, P. F. T.; Araújo, I. S.; Veit, E. A. Simulação e modelagem computacionais no auxílio à aprendizagem significativa de conceitos básicos de eletricidade. Revista Brasileira de Ensino de Física, v 28, n 4, p. 487-496, 2006.

Finkelstein, N. D.; Adams, W. K.; Keller, C. J.; Kohl, P. B.; Perkins, K. K.; Podolefsky, N. S.; Reid, S. When learning about the real world is better done virtually: a study of substituting computer simulations for laboratory equipament. Physical Review Special Topics- Physics Educational Research 1, 010103, 2005.

Lima, L.; Ribeiro, J. W. ; Costa, M. J. N.; Loureiro, R. C. O Uso da Tecnologia Digital da Informação e Comunicação na Formação do Licenciando de Ciências. In Workshop de Informática na Escola-WIE, 18, 2012, Rio de Janeiro. Anais, Rio de Janeiro, 2012, p. 10.

Medeiros, A.; Medeiros, C. F. Possibilidades e limitações das simulações computacionais no ensino da Física. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 24, n. 2, p. 77-86, 2002.

Moraes, R.; Galiazzi, M. C. Análise Textual Discursiva. Ijuí: Unijuí, 2011.

Morin, A. Pesquisa-Ação Integral e Sistêmica: uma antropopedagogia renovada. Rio de Janeiro: DP & A Editora, 2004.

Pozo, J. I.; Crespo, M. A. G. A Aprendizagem e o Ensino de Ciências: do conhecimento cotidiando ao conhecimento científico. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA). Resultados do PISA 2009: O que os estudantes conhecem e podem fazer. Desempenho dos estudantes em Leitura, Matemática e Ciências, v 1. Disponível em: <http://www.oecd.org/pisa/pisaproducts/48852548.pdf>. Acesso em: 10 de Janeiro de 2012.

Ribeiro, J. W.; Valente, J. A.; Freitas, D. B.; Martins, D. G.; Santos, M. J. C. Integração de Atividades de Educação em Ciências Utilizando TIC: Uma Experiência na Formação Continuada de Educadores do Ensino Médio. In Seminário Web Currículo, 1, 2008, São Paulo. Anais, São Paulo: PUC-SP, 2008, p. 10.

Ribeiro, J. W.; Freitas, D. B.; Valente, J. A.; Lima, L.; Barros, M. J. C.; Lima, I. P.; Oliveira, R. G. M. Laboratórios de experimentação científica, informática educativa e aprendizagem significativa: integração de atividades na prática pedagógica. In: Pontes, A. N.; Pontes, A. (orgs.). Educação & ciências: saberes interdisciplinares. Belém: EDUEPA, 2011, p. 210.

Ribeiro, J. W. Ensino de ciências: sociedade, TIC e laboratório de experimentação. In: Litto, F.; Formiga, M. (orgs.). Educação a Distância: o estado da arte, vol. 2, 2. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012, p. 443.

Software de Simulação Computacional Circuit Construction Kit DC. Disponível em:<http://phet.colorado.edu/en/simulation/circuit-construction-kit-dc>. Acesso em: 10 de Maio de 2011.

Software de Simulação Computacional Crocodile Physics. Disponível em:<http://www.crocodile-clips.com/en/Crocodile_Physics/>. Acesso em: 11 de Maio de 2011.

Wieman, C.E.; Adams, W. K.; Perkins, K. K. PhET: Simulations Enhance Learning. Science Magazine, v 322, p. 682-683, 2009.
Publicado
25/11/2013
Como Citar

Selecione um Formato
COSTA, Mario Jorge Nunes; RIBEIRO, Júlio Wilson; GÓES, Ubaldo Tonar Teixeira; DE LIMA, Luciana; SOUZA E SILVA, Ricardo Diniz. Desenvolvimento da Aprendizagem Significativa de Eletricidade com o Auxílio Pedagógico de Simulação Computacional de Circuitos de Resistores Elétricos. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 19. , 2013, Campinas. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2013 . p. 110-119. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2013.110.