Tá na Hora: analisando a latência de modificação de tabelas de fluxo em arquiteturas de switches SDN

  • Fabrício Mazzola
  • Daniel Marcon
  • Miguel Neves
  • Marinho Barcellos

Resumo


O conhecimento existente sobre latência do plano de controle em switches de Redes Definidas por Software (SDN) é limitado a um pequeno conjunto de dispositivos. Trabalhos recentes focam somente em instâncias equipadas com memória TCAM ou realizam uma comparação simplista entre um conjunto limitado de dispositivos. Entretanto, atualmente há uma grande diversidade de switches SDN, incluindo diferentes implementações, uso de memórias e estruturas de casamento (match) de fluxos. Essa heterogeneidade torna desafiador prever o desempenho dos switches ao lidar com requisições do plano de controle. Nesse artigo, apresentamos uma avaliação abrangente que considera diversas arquiteturas de switches SDN e avalia o seu respectivo desempenho ao executar as operações-chave de atualização da tabela de fluxos (inserção, modificação e remoção). Nós mostramos que arquiteturas distintas, juntamente com parâmetros do OpenFlow, podem influenciar significativamente no tempo de atualização das tabelas de fluxos. Em particular, (i) a diferença de latência pode chegar a até três ordens de magnitude; e (ii) parâmetros do OpenFlow podem aumentar o tempo de configuração dos fluxos em até 12x para modificação e 6x para remoção de regras em um mesmo switch.
Publicado
10/05/2018
Como Citar

Selecione um Formato
MAZZOLA, Fabrício; MARCON, Daniel; NEVES, Miguel; BARCELLOS, Marinho. Tá na Hora: analisando a latência de modificação de tabelas de fluxo em arquiteturas de switches SDN. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE REDES DE COMPUTADORES E SISTEMAS DISTRIBUÍDOS (SBRC), 36. , 2018, Campos do Jordão. Anais do XXXVI Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, may 2018 . ISSN 2177-9384.