Stop motion como estratégia de ensino e aprendizagem para crianças, jovens e adultos

  • Sylvana Karla Santos Instituto Federal de Brasília
  • Cristiane Kondo IFES

Resumo


A técnica Stop Motion, por ser relativamente simples e exigir poucos recursos, favorece seu uso em sala de aula. O estudo teve como objetivo promover a interação dos usuários, com idade entre 8 e 11 anos, com a ferramenta e observar o interesse para planejar atividades futuras com outros grupos de estudantes. Os resultados obtidos demonstram que a aplicação de tecnologias digitais associadas à técnica do Stop Motion pode promover o empoderamento do educando, que passa de consumidor a produtor de conteúdo audiovisual, e servir como alternativa para a elaboração de estratégias de ensino e aprendizagem por educadores. Para dar continuidade, está prevista uma oficina com estudantes de nível médio e superior.

Referências

Campos, M. B.; Damásio, J.; Inácio, T. (2015) mAbES: Avaliação de uso de uma aplicação móvel para usuários que são cegos. In Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, SBIE, p. 927-936, 2015. Disponível em: <http://www.brie.org/pub/index.php/sbie/article/view/5392/3753> Acesso em: 06 jun. 2019.

Comunicart. "Propagandas em Stop Motion", 21 jan. 2013. Disponível em: <http://comunicart.blog.br/2013/01/propagandas-em-stop-motion/> Acesso em: 03 mai. 2019.

Ernst, P., Silveira, R. M. C. F., Lima, S. A. (2014) Educação e Cinema: uma experiência de emancipação com a prática do Stop Motion nas aulas de ciências. In Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, SINECT, 2014, p. 1-8. Disponível em: < http://www.sinect.com.br/2014/down.php?id=3068&q=1> Acesso em: 04 mai.
2018.

Kondo, C. et al. Poluição do ar e doenças respiratórias. Vídeo. 27 abr. 2018. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ZZb14k_ZHG8&>. Acesso em: 07 mai. 2019.

Lucena, G. C.; Cidrim, L.; Madeiro, F. (2017) Um aplicativo para estimulação da memória visual em crianças disléxicas por meio do jogo de palavras cruzadas. In Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, SBIE, 2017, p. 685-694. Disponível em: <http://www.br-ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/7597> Acesso em: 06 jun. 2019.

Microsoft. Stop Motion Studio. Disponível em: <https://www.microsoft.com/ptbr/p/stop-motion-studio/9wzdncrdk52q> Acesso em: 03 mai. 2019.

Paula, J. L., Paula, J. L., Henrique, A. L. S. (2017) O Uso do Stop-Motion como Prática Pedagógica no Ensino de Geografia no Contexto do EMI. Holos, Ano 33, v. 03. p. 141-149. Disponível em: <http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/5774> Acesso em: 05 jun. 2019.

Penteado, A. L. O. (2011) "Cinema de Animação: uma proposta de trabalho para o ensino fundamental", 54 f., Monografia (Graduação em Ensino das Artes Visuais) - Faculdade de Ciências Humanas, Letras e Arte da Universidade Tuiuti do Paraná.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
SANTOS, Sylvana Karla; KONDO, Cristiane. Stop motion como estratégia de ensino e aprendizagem para crianças, jovens e adultos. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 1044-1048. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.1044.