Waste Flooding: Ferramenta para Retaliação de Phishing

  • Cristoffer Leite UnB
  • João Gondim UnB
  • Priscilla Barreto UnB
  • Eduardo Alchieri UnB

Resumo


O phishing é um tipo de ataque bem conhecido, mas que ainda é uma ameaça crescente. A popularidade da Internet potencializou as possibilidades de phishing, dando aos atacantes um grupo de novos instrumentos e permitindo um contato mais próximo ao seu foco, que é o usuário. Ao aplicar métodos de engenharia social, o phishing prospera pela desinformação. íE por isso que atualmente os principais métodos de resposta a phishing se concentram apenas em educar os usuários ou bloquear tentativas de phishing, sem nenhuma resposta para atrapalhar os ataques já implementados. Essas condições podem deixar os usuários desprotegidos, pois qualquer informação previamente vazada não pode ser rastreada para determinar quem sofreu phishing, deixando os dados comprometidos sem possibilidade de serem salvos ou facilmente detectados. Neste artigo, apresentamos e discutimos uma nova ferramenta de resposta que visa retaliar furtivamente, detectando automaticamente os formulários de phishing e os usando para confundir os bancos de dados de phishing.

Referências

Aburrous, M. R., Hossain, A., Thabatah, F., and Dahal, K. (2008). Intelligent quality performance assessment for e-banking security using fuzzy logic. In Fifth International Conference on Information Technology: New Generations (itng 2008). IEEE.

APWG (2014). Global Phishing Report 2H 2014. Technical report.

Chiew, K. L., Yong, K. S. C., and Tan, C. L. (2018). A survey of phishing attacks: Their types, vectors and technical approaches. Expert Systems with Applications, 106:1–20.

Cui, Q., Jourdan, G.-V., Bochmann, G. V., Couturier, R., and Onut, I.-V. (2017). Tracking Phishing Attacks Over Time. pages 667–676.

Jagatic, T., Johnson, N., Jakobsson, M., and Menczer, F. (2005). Social Phishing *. Technical report.

Kaspersky (2019). Phishing attacks more than doubled in 2018 to reach almost 500 million.

Khade, A. and Shinde, S. (2014). Detection of phishing websites using data mining techniques. International Journal of Engineering Research and Technology, 2(12).

Li, S. and Schmitz, R. (2009). A Novel Anti-Phishing Framework Based on Honeypots.

Mcrae, C. M., Vaughn, R. B., and Research, S. (2007). Phighting the Phisher: Using Web Bugs and Honeytokens to Investigate the Source of Phishing Attacks. Technical report.

Moore, T. and Clayton, R. (2007). Examining the Impact of Website Take-down on Phishing. Technical report.

Qabajeh, I., Thabtah, F., and Chiclana, F. (2018). A recent review of conventional vs. automated cybersecurity anti-phishing techniques. Computer Science Review, 29:44– 55.

Symantec (2019). ISTR - Internet Security Threat Report Volume 24. Technical report,Symantec Corporation.

Williams, E. J., Hinds, J., and Joinson, A. N. (2018). Exploring susceptibility to phishing in the workplace.
Publicado
02/09/2019
Como Citar

Selecione um Formato
LEITE, Cristoffer; GONDIM, João; BARRETO, Priscilla; ALCHIERI, Eduardo. Waste Flooding: Ferramenta para Retaliação de Phishing. In: SALÃO DE FERRAMENTAS - SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E DE SISTEMAS COMPUTACIONAIS (SBSEG), 19. , 2019, São Paulo. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 27-34. DOI: https://doi.org/10.5753/sbseg_estendido.2019.14001.