O uso do Instagram pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso como ferramenta de Comunicação Pública

Resumo


O crescimento na utilização das redes sociais, bem como seu alcance na sociedade atual, tem levado as organizações públicas a buscarem formas de utilizá-las para transmissão de informação para o cidadão. Nesta esteira, esta pesquisa analisa os tipos de informação mais utilizadas no âmbito da Comunicação Pública pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em seu perfil no Instagram entre os anos de 2018 e 2020. Os dados demonstram interesse institucional em transmitir informações sobre suas decisões políticas, bem como divulgar serviços disponíveis, campanhas, direitos protegidos por lei e outras informações ligadas ao cotidiano do cidadão.
Palavras-chave: comunicação pública, mídias sociais, linguagem cidadã, governo eletrônico

Referências

ALMT. (2019) “Plano Estratégico Longo Prazo 2019-2024”. Disponível em: http://www.al.mt.gov.br/arquivos/institucional/planejamento-estrategico/plano-estrategico-2019-2024.pdf Acesso em: 17 de janeiro de 2021.

Alves, E. O. (2018) “Transparência e publicidade nos Conselhos Gestores de Políticas Públicas pelas Redes Sociais”. In: Vuolo, C. L., Maciel, C. and dos Anjos, A. M. (Org.). Educação à distância: [in]formação em cidadania e controle social. Cuiabá: EdUFMT. E-pub.

Brandão, E. P. (2012) “Conceito de comunicação pública”. In: DUARTE, J. (Org.) Comunicação Pública: Estado, Mercado, Sociedade e Interesse Público. 3. ed. São Paulo: Atlas.

Brasil. (2000). “Lei Complementar Nº 101/2000, de 04 de maio de 2000”. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Brasília: DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm.

Brasil. (2011). “Lei Nº 12.527/2011, de 18 de novembro de 2011”. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal; [...]. Brasília: DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm.

Carvalho, L.P. and Cappelli, C. (2019) “Linguagem Cidadã de Processos em Sistemas Digitais”. In: Anais do 17º Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces Humano-Tecnologia e o 17 º Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces e Interação Humano-Computador, p. 1-13. São Paulo: Blucher.

Duarte, J. (2012) “Instrumentos de comunicação pública”. In: Duarte, J. (Org.) Comunicação Pública: Estado, Mercado, Sociedade e Interesse Público. 3. ed. São Paulo: Atlas.

Duarte, M. Y. M. (2012) “Comunicação e cidadania”. In: Duarte, J. (Org.) Comunicação Pública: Estado, Mercado, Sociedade e Interesse Público. 3.ed. São Paulo: Atlas.

Fischer, H. (2018) “Clareza em textos de e-gov, uma questão de cidadania”. Rio de Janeiro: Com Clareza. E-book.

Fischer, H., Mont’Alvão, C. and Rodrigues, E. (2019) “Fator facilitador ou barreira para cidadãos acessarem e-serviços: o papel do texto em governo eletrônico”. In: Anais do 17º Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces Humano-Tecnologia e o 17 º Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces e Interação Humano-Computador, p. 250-265. São Paulo: Blucher.

Franco, M. L. P. B. (2018) “Análise de Conteúdo”. 5. ed. Campinas: Editora Autores Associados.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2020) “Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal 2018”. Rio de Janeiro: IBGE. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101705_informativo.pdf

Instagram. (2021) “About us”. Disponível em: https://about.instagram.com/ Acesso em 02 de abril de 2021.

Lemos, A. and Lévy, P. (2010) “O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia”. São Paulo: Paulus.

Lévy, P. (2010) “Cibercultura”. 3. ed. São Paulo: Editora 34.

Rock Content. (2019) “Social Media Trends 2019: panorama das empresas e dos usuários nas redes sociais”. Disponível em: https://materiais.rockcontent.com/social-media-trends Acesso em: 21 de janeiro de 2021.

Santos, J. and Harmata, F. (2013, julho) “Análise de Caso da Prefeitura de Curitiba – A relação entre humor e serviço público na comunicação em redes sociais”. In Anais do XVIII Congresso de Ciências da Comunicação na região Sudeste. Bauru: Intercom.

Slaviero, C., Garcia, A. C. B. and Maciel, C. (2012) “Métodos de participação e Tecnologias de Informação e Comunicação: transformando participação em eParticipação”. In: Anais do IV Workshop de Computação Aplicada em Governo Eletrônico, p. 17-24. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação.

TV Senado. (2018, maio 24) “Legislativo e Mídias Sociais – Seminário 24/05/2018”. [Arquivo de vídeo]. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=eGScrdi5hhU

Vuolo, C. L. C., Maciel, C., Auerswald, A. A. G. B., dos Anjos, R. A., dos Anjos, A. M., de Oliveira, C., and Mansilla, D. P. (2020) “Formando Cidadãos para a Cidadania e Controle Social: Levantamentos de uma Experiência”. In Anais do VIII Workshop de Computação Aplicada em Governo Eletrônico, p. 12-23. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação. doi: 10.5753/wcge.2020.11254
Publicado
18/07/2021
Como Citar

Selecione um Formato
SANTOS, Bernadete da Silva; SILVA, Maria Felícia Santos da; MACIEL, Cristiano. O uso do Instagram pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso como ferramenta de Comunicação Pública. In: WORKSHOP DE COMPUTAÇÃO APLICADA EM GOVERNO ELETRÔNICO (WCGE), 9. , 2021, Evento Online. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021 . p. 37-48. ISSN 2763-8723. DOI: https://doi.org/10.5753/wcge.2021.15975.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>