Pensamento Computacional Desplugado e Transtornos do Aprendizado: Experiência na Educação Básica

  • Emanuelle Simas Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Claudia Motta Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo


Este artigo apresenta relato de experiência da aplicação do pensamento computacional desplugado (PCD) em aulas extracurriculares ministradas pelo projeto SupyGirls: Empoderamento feminino nas Tecnologias para estudantes com transtornos de aprendizagem em escola pública situada em região conflagrada do Rio de Janeiro, no período de agosto de 2018 a julho de 2019.

Referências

GUARDA, Graziela; GOULART, Ione. Jogos Lúdicos sob a ótica do Pensamento Computacional: Experiências do Projeto Logicamente. Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE), [S.l.], p. 486, out. 2018. ISSN 2316-6533.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira /INEP/ (2018). "Índice de desenvolvimento da educação brasileira - 4° e 5° série". http://ideb.inep.gov.br/resultado/resultado/resultado.seam?cid=2671975, Julho.

___________. (2018). "Índice de desenvolvimento da educação brasileira - 8° e 9°série". http://ideb.inep.gov.br/resultado/resultado/resultado.seam?cid=2739371, Julho.

Jogo Quem sou eu? Master. São Paulo: Toia. 1 jogo (Papel cartão, tabuleiro); Jogo Um a Um Academia da Mente. São Paulo: Estrela. 1 jogo ( 25 fichas, 26 cartas com figuras e números, 2 cartas com símbolos, 1 ampulheta );

Jogo MoonWalk. São Paulo: Mind Lab: Artigos Recreativos. 1 jogo (1 tabuleiro - 64 peças "dupla face" - 1 pino claro - 1 pino escuro);

Marques, C. V. M. EICA – Estruturas Internas Cognitivas Aprendentes: Um Modelo Neuro-Computacional aplicado à instância psíquica do Sistema Pessoa em Espaços Dimensionais. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro: COPPE/ UFRJ, 2017.

Ruedaa, M. R, PhD, Paz-Alonso, P. M.PhDb (2013), "Função Executiva e Desenvolvimento Emocional" , Universidad de Granada, Espanha, Basque Center on Cognition, Brain and Language.

Seminério, F. L. P.; Araújo, T. C. F.; Oliveira, R. M.; Raimundo, C.; Mourão, B. L. A.; Botelho, M. G. B. e Cerqueira, L. C. (1998). "Metaprocesso: A chave do desenvolvimento cognitivo. uma reavaliação da pedagogia contemporânea". Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, RJ.

SEMINÉRIO, F. L. P, (1984). "Infra-Estrutura da Cognição: Fatores Ou Linguagens". Fundação Getúlio Vargas - RJ.

Shimamura A. e J. Metcalfe (1992). "Metacognition: Knowing about Knowing". Massachusett Institute of Technology, Cambrige, MA.

Sociedade Brasileira de Computação, (2017) "Diretrizes para ensino de Computação na Educação Básica", https://www.sbc.org.br/documentos-da-sbc/summary/131-curriculos-dereferencia/1177-diretrizes-para-ensino-de-computacao-na-educacao-basica, Julho.

Sociedade Brasileira de computação (2018), "Itinerário Formativo da Computação"http://www.sbc.org.br/documentos-da-sbc/summary/203-educacao-basica/1216-itinerarioinformativo-da-computacao, Julho.

Vigotsky, L. S. (2005). "Pensamento e linguagem." São Paulo: Martins Fontes (194 páginas) ( 1ªed. 1987).

Wing, J. M. (2006). "Computational thinking". Communications, ACM, Vol. 49, No. 3. 33–35.
Publicado
11/11/2019
Como Citar

Selecione um Formato
SIMAS, Emanuelle; MOTTA, Claudia. Pensamento Computacional Desplugado e Transtornos do Aprendizado: Experiência na Educação Básica. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 25. , 2019, Brasília. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2019 . p. 1329-1333. DOI: https://doi.org/10.5753/cbie.wie.2019.1329.