Analisando o Uso de uma Grande Rede de Streaming de Vídeos na Divulgação de Conteúdo Político

  • Felipe Giori Universidade Federal de Minas Gerais
  • Flavio Figueiredo Universidade Federal de Minas Gerais
  • Guilherme Soares Universidade Federal de Minas Gerais
  • Jussara Almeida DCC-UFMG
  • Fabricio Benevenuto Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo


Atualmente, o YouTube como plataforma de vídeos tem uma presença ubíqua na disseminação de conteúdo online. Desta forma, é esperado tanto que marqueteiros quanto criadores de conteúdo façam uso do YouTube para disseminação de produtos e ideias. Neste artigo, analisamos o tráfego de vídeos políticos e vídeo propagandas no YouTube durante as eleições de 2018. Nossa análise é realizada através de personas de rede sintéticas desenvolvidas de modo a simular o comportamento humano. Durante o período de aproximadamente 40 dias, simulamos eleitores de diferentes estados (através de VPNs), gênero (através de configurações de conta), além de alinhamento político (através de acessos à canais classificados como sendo de esquerda, centro e direita). Durante o experimento, as diferentes personas estavam susceptíveis as vídeo propagandas que são pareadas com os vídeos acessados de forma automatizada. Com base nos dados coletados, apresentamos um estudo focando em três aspectos: (1) características de popularidade do conteúdo dos canais; (2) na diferença de exposição de propagandas entre diferentes personas; (3) uma análise de partidos que mais fizeram uso da plataforma.

Palavras-chave: Transferência de Video, Análise de Dados, Divulgação de Informação

Referências

Amarie, M. C., Pefkianakis, I., and Lundgren, H. (2014). Towards understanding mobile video ads. In Ubicomp.

Arantes, M., Figueiredo, F., and Almeida, J. M. (2016). Understanding video-ad consumption on youtube: a
measurement study on user behavior, popularity, and content properties. In Websci.

Arantes, M., Figueiredo, F., and Almeida, J. M. (2017). Towards understanding the consumption of video-ads on youtube. The Journal of Web Science, 3(1).

Arantes, M., Figueiredo, F., Almeida, J. M., and Prates, R. O. (2018). An investigation of user actions and experiences when exposed to youtube video ads. In Webmedia.

Carrascosa, J. M., Mikians, J., Cuevas, R., Erramilli, V., and Laoutaris, N. (2015). I always feel like somebody’s watching me: measuring online behavioural advertising. In CONEXT.

Chen, J., Haber, E. M., Kang, R., Hsieh, G., and Mahmud, J. (2015). Making use of derived personality: The case of social media ad targeting. In ICWSM.

Gueorguieva, V. (2008). Voters, myspace, and youtube: The impact of alternative communication channels on the 2006 election cycle and beyond. Social Science Computer Review, 26(3).

Krishnan, S. S. and Sitaraman, R. K. (2013). Understanding the effectiveness of video ads: a measurement study. In IMC.

Mei, Y., Zhao, W., and Yang, J. (2017). Maximizing the effectiveness of advertising campaigns on twitter. In IEEE Big Data.

Ridout, T. N., Fowler, E. F., and Branstetter, J. (2010). Political advertising in the 21st century: The rise of the youtube ad. In APSA 2010 Annual Meeting Paper. APSA.

Sizov, S. and Piller, S. (2016). Economic value of web keyword advertising campaigns. In Websci.

Wang, P., Liu, Y., Meytlis, M., Tsao, H.-Y., Yang, J., and Huang, P. (2014). An efficient framework for online advertising effectiveness measurement and comparison. In WSDM.

Yeo, J., Kim, S., Koh, E., Hwang, S.-w., and Lipka, N. (2017). Predicting online purchase conversion for retargeting. In WSDM.
Publicado
27/08/2019
Como Citar

Selecione um Formato
GIORI, Felipe ; FIGUEIREDO, Flavio ; SOARES, Guilherme ; ALMEIDA, Jussara ; BENEVENUTO, Fabricio . Analisando o Uso de uma Grande Rede de Streaming de Vídeos na Divulgação de Conteúdo Político. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE REDES DE COMPUTADORES E SISTEMAS DISTRIBUÍDOS (SBRC), 37. , 2019, Gramado. Anais do XXXVII Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, aug. 2019 . p. 377-390. ISSN 2177-9384. DOI: https://doi.org/10.5753/sbrc.2019.7373.